Talassoterapia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Trata-se de tratamento pela água do Mar e elementos marinhos. Esta terapia continua muito praticada e existem grandes e luxuosas estâncias termais, com adequada aparelhagem para captar longe da praia, o precioso liquido, e para filtragem e dosagem conveniente à terapia. Toda ou quase toda a gente gosta de uma estada no clima do Mar. Um repouso nesta atmosfera deve a sua eficacia também ao efeito tonificante dos ventos marinhos que transportam os componentes minerais da água até aos pulmões e excitam mecanicamente a circulação capilar da pele. Todo o sistema neurovegetativo é regenerado de forma que, em conjunto com a rica absorção dos raios solares e a pobreza do ar em alergénos, o corpo sente um beneficio extraordinário. Foi do Mar que nasceu o planeta em que vivemos e o nosso soro sanguíneo assemelha-se na sua composição mineral, à solução coloidal dos sais marinhos. A água do Mar é um poderoso hiperalimento e tem efeito curativo por ação diurética e osmótica. Chega mesmo a ser muito activa na prisão de ventre, na cárie dentária e nas doenças alérgicas, sobretudo no eczema, na urticária, na sinusite e na asma. A água do Mar remineraliza extraordinariamente, faz regenerar o sangue, as glândulas, os ossos(tuberculosos)e, devido ao potencial electrolítico, os nervos. O nosso soro sanguíneo assemelha-se na sua composição à solução coloidal dos sais marinhos. Não há nada melhor do que alguns goles de água do Mar, para os doentes do estomago e fígado ou para as crianças sem apetite, que sofrem de diátese exsudativa, linfatismo e escrofulose. Os principais sais do Mar são cloretos de sódio, iodo, magnésio, sulfatos, cálcio, potássio, bromo, nitratos, bicabornatos, silício, flúor, rubídio, lítio, arsénio, cobre, fósforo, alumínio, etc. Deve-se então beber diariamente, sobretudo em jejum, um pouco de água do Mar buscada longe da praia, filtrada por algodão, diluida inicialmente em água destilada(cada vez menos), sendo reduzida a sua concentração normal de 34 por mil para a concentração fisiológica do sangue, isto é, 8,5 por mil de cloreto de sódio. Normalmente chega-se gadualmente a beber em jejum um a dois decilitros de água do Mar pura. Como em todas as vertentes Naturoterapeuticas, não se deve tomar em demasia e deve ser seguida por um Terapeuta, é preciso tomar cuidados pelos que sofrem de hipertiroidismo acentuado(Basedow), de insuficiência grave do coração ou dos rins e de um estado grande de excitabilidade. Naturólogos, fisioterapeutas e demais profissionais da área da saúde especializados são indicados para acompanhar e orientar as pessoas durante o tratamento.