Tyrfing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Tyrfing
A espada empunhada por Svafrlami
Espada mágica
Portal da Mitologia nórdica

Tyrfing ou Tirfing é uma espada mágica que aparece em um poema das Eddas chamado "O despertar de Agantýr", e na "Saga de Hervarar". O nome também é usado para denotar os Godos e os Visigodos (Tervingi). A forma Tervingi foi registrada por fontes romanas no século IV.

História[editar | editar código-fonte]

Svafrlami foi o rei de Gardariki, e neto de Odin. Ele conseguiu capturar os anões Dvalin e Durin quando antes que deixassem sua casa. Então os forçou a forjar uma espada com o punho dourado, que nunca erraria um golpe, nunca enferrujaria e que poderia cortar pedra e ferro facilmente como se fosse pano.

Os anões fizeram a espada, que brilhava e reluzia como fogo. Porém, como vingança, eles a amaldiçoaram de maneira que ela mataria um homem toda vez que fosse usada, seria a causa dos "Três Grandes Males" e a causa da morte de Svafrlami.

Quando Svafrlami ouviu as maldições, tentou matar Dvalin, porém, o anão desapareceu na pedra e a espada errou o alvo.

Svafrlami foi morto pelo berserker Arngrim que tomou sua espada.

Depois de Arngrim, ela foi empunhada por Angantyr e seus onze irmãos. Eles foram todos mortos em Samsø, pelo campeão sueco Hjalmar, e seu meio-irmão norueguês Orvar-Odd; mas Hjalmar, ferido pela Tyrfing, teve somente tempo para cantar sua canção de morte e pedir para Orvar-Odd levar seu corpo para Ingeborg em Uppsala.

A Filha de Angantyr, Hervor, é trazida como doméstica na ignorância de sua paternidade. Quando finalmente ela descobre sua ascendência, se arma como uma Dozela Escudeira (Shield maiden), e vai para Munarvoe em Samsø, em busca da arma amaldiçoada. Ela encontra a espada e se casa com Hofund. Eles têm dois filhos, Heidrek e Angantyr. Hevor secretamente deu a seus filhos a espada Tyrfing. Enquanto Angantyr e Heidrek passeavam, Heidrek quis dar uma olhada na espada. Mas quando ele a desembainhou, a maldição dos anões fez com que Heidrek matasse seu irmão Angantyr.

Heidrek se tornou o rei dos godos. Durante uma viagem, Heidrek acampou nos Carpathians. Ele estava acompanhado de oito thralls montados, e quando Heidrek dormiu à noite, os thralls destruíram sua tenda, pegaram a Tyrfing e mataram Heidrek. Esse seria o último dos três Males da Tyrfing. Angantyr, o filho de Heidrek, perseguiu os Thralls, os matou e retomou a Espada Magica: a maldição tinha acabado.

Angantyr foi o próximo rei dos Godos, porém, seu meio-irmão ilegítimo Hlod quis metade do reino. Angantyr recusou, e Gizur chamou Hlod de bastardo e sua mãe de escrava. Hlod e 343.200 hunos montados invadiram os Godos. Os hunos estavam em um número bem maior que os godos. Porém, os godos ganharam, pois Angantyr usou a Tyrfing e matou seu Irmão Hlod. Os corpos de numerosos soldados obstruiram os rios, causando uma enchente que encheu os vales de homens e cavalos mortos.

A Tyrfing na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • Tyrfing aparece como uma arma em muitos jogos de RPGs, como Ragnarok Online, Grand Chase e Castlevania.
  • O Tyrfing é a arma sagrada empunhada por Sigurd (e mais tarde seu filho Celice) em Fire Emblem: Seisen no Keifu.
  • A banda Viking Thyrfing derivou seu nome de Tyrfing.
  • Tyrfing aparece na fantasia de Poul Anderson chamada The Broken Sword.
  • Tyrfing aparece na fantasia de 1949 de John Myers Myers chamada Silverlock.
  • O Serviço Secreto Dinamarquês, no filme "O que ninguém sabe" / "Det ingen som ved" por Søren Kragh-Jacobsen (estreou em fevereiro de 2008) é chamado Tyrfing.
  • O Clube Desportivo IL Tyrving, de Bærum, Noruega, tem o nome baseado na Tyrfing.
  • A espada Tyrfing é encontrada no jogo Castlevania: Symphony of the Night
  • Tyrfing poderia ser a origem mitológica de pelo menos, duas espadas amaldiçoadas famosas do mundo da fantasia: Anglachel e Stormbringer
  • Uma das músicas da banda eletrônica The Cutlers é chamada Tyrfing
  • O mais novo jogo de pokémon mostra a Tyrfing como o Honedge, um fantasma que habita uma espada