Vacaloura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLucanus cervus
Lucanus cervus ed.JPG

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Coleoptera
Família: Lucanidae
Género: Lucanus
Espécie: L. cervus
Nome binomial
Lucanus cervus
Linnaeus, 1758
Lucanus cervus
Lucanus cervus fêmea, Vacaloura.

A vaca-loura, abadejo ou Cabra-loura[1] (Lucanus cervus) é um escaravelho (de família Lucanidae) de grande tamanho, facilmente se distinguem os sexos: o macho dispõe mandíbulas de grande tamanho, muito maiores que as das fêmeas, que lhes servem como meio de luta com machos rivais.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A larva deste insecto passa de um a cinco anos alimentando-se de madeira em descomposição, preferentemente de frondosas, pelo que costuma viver em bosques onde são abundantes carvalhais, razão pela qual não é comum em áreas urbanas. As larvas desta espécie têm um apetite muito voraz: com apenas um grama de peso, podem comer num só dia 22,5 centímetros cúbicos de madeira. As larvas alcançam um tamanho considerável, chegando a 10 centímetros de comprimento.

Os adultos alimentam-se da seiva das árvores e de sumo de frutas maduras. A vida depois da metamorfose é muito mais curta que a da larva: só de quinze dias a um mês. Podem voar, alcançando velocidades de 6 km/h.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Existem diversas teorias sobre como se reproduzem, ainda que a mais provável é que os machos se agrupem em torno das fêmeas e as disputem em combates que podem chegar à morte dum dos pretendentes.

As fêmeas põem os ovos em fendas nas árvores, os quais eclodem passadas duas ou quatro semanas.

Importância e protecção[editar | editar código-fonte]

Este insecto é considerado o maior escaravelho da Europa. O tamanho oscila entre 30 e 90 milímetros no caso dos machos e 28 e 45 milímetros nas fêmeas.

Esta espécie está em regressão devido à perda do seu habitat e à caça, pois é um exemplar muito apreciado.

É uma espécie protegida pela legislação Europeia e portuguesa. [2]

Referências

  1. Pinto, B. (2010). Guia de campo – Dia B, 22 Maio de 2010, bioeventos.
  2. Pinto, B. (2010). Guia de campo – Dia B, 22 Maio de 2010, bioeventos.
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Vacaloura