Variação clinal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Variação clinal (do grego κλινειν/klinein = inclinação) é uma mudança gradual em um fenótipo (traço, caráter, feição) ao longo da distribuição de uma espécie ou população, normalmente relacionada com uma transição geográfica ou ambiental. O termo foi criado pelo biólogo e humanista inglês Julian Huxley em 1938 [1] .

Referências

  1. Huxley, Julian. 1938 . Clines: an auxiliary method in taxonomy. Bijdragen tot de Dierkunde (Leiden) 27, 491-520.
Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.