Vox in excelso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vox in excelso é o nome de uma bula pontifícia emitida em 1312 pelo Papa Clemente V.

As directivas dadas na bula eram as de dissolver formalmente a Ordem dos Templários, remover o apoio papal à mesma e revogar os mandatos que lhe tinham sido atribuídos por papas anteriores nos séculos XII e XIII.[1]

A emissão da bula foi seguida por um período de cinco anos em que ocorreu a supressão e julgamentos dos templários, tendo estes sido acusados de uma variedade de crimes de heresia e blasfémia. No entanto, as confissões obtidas foram extraídas com uso de tortura e outros métodos desenvolvidos pela Inquisição.

Vox in excelso é uma das bulas papais relacionadas com as história dos templários; outras incluem a Pastoralis praeeminentiae e a Ad providam.

Referências

  1. Malcolm Barber, The Trial of the Templars. Cambridge University Press, 1978. ISBN 0-521-45727-0
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.