Yu o Grande

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yu o Grande

(禹, 21º século aC), nasceu em Sì Wénmìng (姒文命), chamado por muitos como o status lendário de Yu o Grande (大禹dà-Yǔ), foi o primeiro governante e fundador da Dinastia Xia. Ele nasceu no ano de 2.059 aC, chamado como o Ano do tigre. Ocasionalmente identificado como um dos Três Augustos e os Cinco Imperadores, ele é melhor lembrado por ter ensinado às pessoas técnicas de controle das cheias para domar os rios e lagos da China.

Yu estabeleceu sua capital na Cidade de Yang (阳城). De acordo com o anais de Bambu, no segundo ano do seu reinado, o primeiro-ministro anterior do rei de Shun morreu. No 5º ano, ele realizou a primeira reunião com todos os líderes dos estados (诸侯) em Tushan (涂山). No 8º ano, ele realizou uma segunda reunião com os dirigentes de todos os estados em Kuaiji (会稽), e no intuito de reforçar seu domínio sobre o trono, matou um dos líderes do norte, Fangfeng (防风氏).

Enchente Épica[editar | editar código-fonte]

(traduzido da versão em Inglês)

De Acordo com a mitologia chinesa a Grande Enchente (Dilúvio) ocorreu em um evento geralmente conhecido como Da Yu zhi shui (大禹治水) ou "Yu, O Grande, controla as águas".[1] O texto mais antigo que contém informações sobre o dilúvio é o Shang Shu.[1] No começo do diluvio, o pai de Yu, Gun, foi designado por Yao para domar as águas furiosas.[2] Em 9 anos, Gun construiu barragens de terra por toda o reino na esperança de conter as águas.[2] Mas durante o periodo da poderosa enchente, as barragens colapsaram em todos os lugares e o projeto foi um total fracasso. Yao, em seguida, entregou o governo à Shun que passou a supervisionar o controle de enchentes. Vendo o fracasso, Shun executa Gun.[2] Ele então recruta Yu como sucessor de seu pai nos esforços do controle da inundação.[2] Dois oficiais (伯益), (后稷) e um grande grupo de trabalhadores também foram mandados sob o comando de Yu.[2] [3] Em vez de construírem mais barragens, Yu arquitetou um plano diferente. Ele abriu novos canais fluviais, que serviram tanto para o escoamento das águas torrenciais assim como canais de irrigação até rios distantes e depois até mares distantes. Na época existia um canal estreito, no Monte Longmen ao lado do Rio Amarelo, que bloqueava as águas que iam para o leste.[2] Yu contratou um grande numero de trabalhadores para alargar este canal. Esta abertura vem a ser conhecida desde então como a lendaria "porta de Yu" (禹門口).[2]

Devido a este sucesso, as pessoas respeitavam-no mais tarde e referiam-se a ele como "Grande Yu" ou "Yu o Grande".[2] O povo de sua tribo era também chamado de "Xia (夏)", então ele foi renomeado de Xia Yu (夏禹).[2] É também conhecido que ele fez um grande sacrifício fisico para controlar o dilúvio. Suas mão ficaram todas cheias de calos duros, e seus pés totalmente inchados.[2] Todas as suas unhas dos pés cairam.[2] Suas canelas não tinham mais glandulas sudoriparas.[2] Muitos disseram ter chorado por Yu, que não apenas sacrificou seu corpo, mas passou 13 anos lidando com as enchentes.[2] [4]

Depois de dada a Yu a tarefa de lutar contra o dilúvio, ele ficou casado apenas quatro dias.[5] Ele disse adeus a sua mulher, explicando que não sabia se conseguiria retornar. Durante os treze anos da enchente, ele visitou sua familia apenas três vezes. E em todas a s vezes não voltou a sua própria casa.[1] [5] A primeira vez, quando escutou que sua esposa estava no trabalho de parto.[5] Na segunda visita o seu filho já podia o chamar de pai. Sua familia o pediu para retornar ao lar, mas ele disse que era impossível pois a enchente continuava.[6] A terceira vez, seu filho tinha mais de 10 anos[6] Em cada vez, Yu recusava-se a passar pela porta, dizendo que a inundação deixou incontáveis desabrigados e que por conta disto ele mesmo não se permitiria descansar.

Referências

  1. a b c Lu, Xing. Rhetoric in ancient China, fifth to third century, B.C.E.: a comparison with classical Greek rhetoric. [1998] (1998). Univ of South Carolina Press publishing. ISBN 1570032165, 9781570032165. p 46-47.
  2. a b c d e f g h i j k l m 戴逸, 龔書鐸. [2002] (2003) 中國通史. 史前 夏 商 西周. Intelligence press. ISBN 9628792806. p 38.
  3. Lsqn.cn. "Lsqn.cn." 大禹治水的資料. Retrieved on 2010-09-18.
  4. 戴逸, 龔書鐸. [2002] (2003) 中國通史. 史前 夏 商 西周. Intelligence press. ISBN 9628792806. p 39.
  5. a b c 王恆偉. (2005) (2006) 中國歷史講堂 #1 遠古至春秋. 中華書局. ISBN 962-8885-24-3. p 18.
  6. a b 王恆偉. (2005) (2006) 中國歷史講堂 #1 遠古至春秋. 中華書局. ISBN 962-8885-24-3. p 19.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]