Ángelos Sikelianós

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ángelos Sikelianós
Nome nativo Άγγελος Σικελιανός
Nascimento 28 de março de 1884
Levkas
Morte 19 de junho de 1951 (67 anos)
Atenas
Cidadania Grécia
Etnia gregos
Alma mater Universidade de Atenas
Ocupação poeta, escritor, dramaturgo

Ángelos Sikelianós (em grego: 'Aγγελος Σικελιανός; Lêucade, 1884 - Atenas, 1951) foi um dos maiores poetas gregos.

Ángelos Sikelianós instalou-se, pouco depois de ter escrito a obra "Αλαφροίσκιωτος" ("O Visionário"), na região montanhosa de Himeto com expatriados americanos que formaram uma colónia dirigida por Isadora Duncan e que haviam decidido viver como os gregos da Antiguidade Clássica. Aí casou, passou a vestir-se à antiga, dançou e cantou, recitando poesia bizantina com o resto da comunidade. O misticismo que então reinava teve um importante papel na sua recusa do intelectualismo e do racionalismo.

Em 1927, Sikelianós organizou em Delfos jogos com concursos de atletismo e dança.

A partir de 1935, e sobretudo após a guerra mundial e a guerra civil grega, abandona o lirismo e faz uma poesia "mais humana".

As suas obras mais famosas são:

  • Αλαφροίσκιωτος ("O Visionário"), 1909.
  • Ιερά οδός ("Via Sacra"), 1935