Ângulo de Brewster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2016)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Uma ilustração da polarização da luz que incide sobre uma interface no ângulo de Brewster.

Ângulo de Brewster ou ângulo de polarização é o ângulo de incidência para o qual a reflexão anula completamente a componente paralela da onda em relação ao plano de incidência. Com isso, a onda refletida só tem uma componente, que é a perpendicular ao plano de incidência. O ângulo no qual este fenômeno ocorre é assim denominado devido ao físico escocês, Sir David Brewster (1781–1868).

O ângulo de Brewster é dada por , onde será o ângulo de Brewster, sendo n1 o índice de refração do meio de onde a luz incide e n2 o índice de refração do meio onde ocorre a refração.

Dedução[editar | editar código-fonte]

Com o feixe incidente fazendo o ângulo de polarização, o feixe refletido é perpendicular ao feixe transmitido. Portanto, o ângulo de refração é o complementar do ângulo de polarização :

Com a Lei de Snell:

Utilizando a relação matemática encontrada por Brewster, temos que

Portanto, podemos calcular o ângulo de Brewster por:

Que é o mesmo que:

A partir desse ponto, a relação trigonométrica auxilia na determinação do ângulo de Brewster, bastando que se conheça o índice de refração relativo entre o meio 2 e o meio 1.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

A polarização por reflexão, e consequentemente o ângulo de Brewster, tem inúmeras aplicações práticas. Óculos de sol polarizados, por exemplo, usam este princípio para diminuir a incidência de luz refletida de superfícies horizontais, como grandes volumes de água e o pavimento de estradas, por exemplo. Ao depositar um filme de pequena espessura nas lentes dos óculos, é possível diminuir a quantidade de luz que chega nos olhos do utilizador, evitando clarões devido à reflexão.

Fotógrafos também podem usar esse princípio físico para poder fotografar objetos embaixo da água. A luz do sol, ao refletir na água sob o ângulo de Brewster, é polarizada paralelamente à água. Logo, usando um filtro polarizador e girando-o até torná-lo perpendicular à luz que reflete na água, consegue-se eliminar a luz do Sol incidindo na câmera e fotografar o objeto.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A. Lakhtakia, "Would Brewster recognize today's Brewster angle?" OSA Optics News, Vol. 15, No. 6, pp. 14–18 (1989).
  • A. Lakhtakia, "General schema for the Brewster conditions," Optik, Vol. 90, pp. 184–186 (1992).
  • Halliday, Resnick e Walker, "Fundamentals of Physics", 9th Edition - Extended, pp. 912-913 (2012)