51.º estado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de 51º estado)
Ir para: navegação, pesquisa
A bandeira dos Estados Unidos com 51 estrelas.

51.º estado ou estado 51, ​​no discurso político dos Estados Unidos, é uma frase que se refere a áreas que são consideradas candidatas, realmente ou ironicamente, para ser mais um dos já existentes 50 estados já fazem parte dos Estados Unidos. Antes de 1959, quando o Alasca e o Havaí se juntaram aos Estados Unidos, o termo "estado 49" era usado.[carece de fontes?] Mais habitualmente, a possibilidade de Porto Rico se tornar o 51.º estado foi discutida como um possível resultado de uma série propostas de referendos para decidir uma mudança para a organização política da ilha, atualmente com o estatuto de estado livre associado. Também o Distrito de Colúmbia enfrenta a possibilidade de se tornar o 51.º estado.[1]

O termo "estado 51", quando usado em um sentido negativo, pode se referir a estados independentes que são considerados, ou realmente são, áreas de influência ou controle excessivo dos Estados Unidos. Em vários países ao redor do mundo, pessoas que acreditam que suas regiões e/ou cultura nacional se tornaram muito americanizadas, às vezes, usam o termo "estado 51" para se referir aos seus respectivos países.[2] O termo geralmente se refere a populações não-americanas que imitam os maneirismos e a cultura de um americano, ou um político não-americano que é um defensor dos Estados Unidos, especialmente da sua política externa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. publico.pt. «A capital dos Estados Unidos quer ser um estado». Consultado em 28 de outubro de 2014 
  2. "Sverige var USAs 51a delstat" "EU kritiserar svensk TV", Journalisten (Swedish)
Ícone de esboço Este artigo sobre os Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.