AMOS 6

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
AMOS 6
AMOS 6
Localização orbital 4° W
Lançamento Cancelado
Veículo Falcon 9 Full Thrust
Operador IsraelSpacecom
Vida útil 16 anos
Design Israel Aerospace Industries
Cobertura Europa
Oriente Médio
África
Órbita Geoestacionária
Peso 5500 kg

O AMOS 6 foi um satélite de comunicação geoestacionário israelense da séries AMOS que foi construído pela Israel Aerospace Industries (IaI). Ele seria colocado na posição orbital de 4 graus de longitude oeste e iria ser operado pela Spacecom.[1] O satélite foi baseado na plataforma AMOS-HP Bus e sua expectativa de vida útil seria de 16 anos.[2][3] O satélite foi destruído, em 1 de setembro de 2016, durante a explosão do seu veículo lançador, quando ele ainda estava sendo preparado na plataforma de lançamento.[4]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O satélite estava previsto para ser lançado ao espaço no ano de 2016, por meio de um veículo Falcon 9 Full Thrust a partir da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, EUA. Ele teria uma massa de lançamento de 5500 kg.[2][3]

Capacidade e cobertura[editar | editar código-fonte]

O AMOS 6 era equipado com 29 transponders em banda Ku e 24 em banda Ka para fornecer uma ampla gama de serviços de Steerable banda Ku com cobertura para a Europa e Oriente Médio, bem como feixes de band Ka para fornecer serviços de banda larga para a África e Europa. O satélite estava previsto para substituir o satélite AMOS 2 na posição orbital de 4 graus oeste, que está previsto para ser aposentado em 2016.[2][3][5]

Acidente do AMOS 6[editar | editar código-fonte]

Em 1 de setembro de 2016 uma explosão destruiu o satélite AMOS 6, que estava agendado para ser lançado em 3 de setembro de 2016, pela empresa de transporte espacial SpaceX.[4][6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IAI to launch new 5-ton Amos satellite, spacedaily.com, 6 July 2012
  2. a b c «AMOS 6» (em inglês). Gunter's Space Page. Consultado em 16 de setembro de 2014. 
  3. a b c «Satellite Details - Amos 6» (em inglês). SatBeams. Consultado em 21 de novembro de 2015. 
  4. a b «Foguete da SpaceX explode no Cabo Canaveral, na Flórida, antes de decolar». El País. Consultado em 9 de setembro de 2016. 
  5. Money, Stewart (2013-01-30). «SpaceX Wins New Commercial Launch Order». Innerspace.net [S.l.: s.n.] 
  6. «ANOMALY UPDATES». SpaceX. 02 de Setembro. Consultado em 04 de setembro de 2016.