A Greve

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, e ainda pode necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
Стачка
Stachka
A Greve (PT/BR)
União Soviética
1925 •  Preto e branco •  82 min 
Direção Serguei Einsenstein
Produção Boris Mikhin
Roteiro Grigori Aleksandrov
Ilya Kravchunovsky
Sergei M. Eisenstein
Valeryan Pletnyov
Idioma Filme mudo
Intertítulos em russo
Filme completo, legendado em inglês

A Greve[1][2] (em russo: Stachka, cirílico: Стачка) é um filme de 1925 mudo filmado na União Soviética por Serguei Eisenstein. Foi o primeiro longa destacado de Einseinstein, sendo o próximo filme Bronenosets Potyomkin produzido um ano depois. É composto de seis atos, e tinha-se a intenção de ser a primeira parte de sete filmes,[3] que acabaram sendo cancelados.[4]

O filme narra uma greve em 1903 feita por trabalhadores em uma fábrica na Rússia pré-revolucionária, e as repressões posteriores. O filme é famoso pela sequência parto do final quando Einsenstein usa o recurso de Cross-cutting em uma cena de repressão contra a greve para mostrar um gado sendo abatido, ainda que exista algumas outra cenas no filme que usam o recurso de animais para metaforizar a condição de vários indivíduos.[5] Outro tema do filme é o coletivismo em oposição ao individualismo. O esforço coletivo e as coletivizações dos personagens são temas centrais em A greve e Bronenosets Potyomkin.[6]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O filme começa com uma citação de Vladimir Lenin:[7][8]

A força da classe trabalhadora é a organização. Sem organização as massas, o proletariado não é nada. Organização é tudo. Ser organizado significa unidade da ação, unidade e atividade prática
 
Vladimir Lenin.

На заводе всё спокойно / Na fábrica tudo está quieto[editar | editar código-fonte]

Usando tipografia, a palavra "но" (mas) aparece no título do capítulo que então se movimenta e se transforma em uma maquinária em movimento.[5][9] A administração está espionando os trabalhadores, revisando uma lista de agentes infiltrados entre os operários.[10] O clima está tenso e os agitadores e bolcheviques estão planejando uma greve antes dos eventos chave.[11] .

Повод к стачке /Uma razão para fazer greve[editar | editar código-fonte]

Um Micrómetro é roubado, em valor de 25 rublos ou 3 semanas de trabalho.[12] Um trabalhador, Yakov, é acusado do roubo e então se enforca.[13] Os trabalhadores saem correndo da sala de maquinarias e encontram resistência na sala de fundição. Os grevistas jogam pedras e pedações de metal nas janelas. Então, presos dentro do complexo, a multidão se dirige para os escritórios. Eles forçam a abertura dos portões e depois se dispersam.[14]

Acionistas discutem as demandas

Завод замер / A fábrica perde força[editar | editar código-fonte]

O capítulo começa com a filmagem de Patinhos, gatinhos, leitões e gansos.[15] Uma criança acorda ironicamente seu pai para trabalhar quando não existe trabalho a fazer, eles riem e brincam. A fábrica é mostrada, desocupada e com alguns passarinhos vagando. O dono da fábrica está frustrado com os pedidos que chegam e com a paralisação. As demandas são formuladas: carga diária de 8 horas por dia (6 horas para os menores de idade), tratamento mais justo pelos administradores e aumento de 30% nos salários.[16] Os acionistas leem as demandas para o diretor. Eles discutem calorosamente enquanto fumam e bebem. Provavelmente pela ordem dos acionistas, a polícia faz uma batida nos trabalhadores, e eles sentam para protestar. No seu encontro os acionistas usam o papel da demanda para limpar um líquido derramado,[17] e um espremedor de frutas aparece metaforicamente representando a pressão que os acionistas pretendem fazer nos trabalhadores.

Стачка затягивается / A greve é desencadeada[editar | editar código-fonte]

Uma briga ocorre entre um homem e uma mulher, e posteriormente ela sai. Outro homem procura em sua casa coisas para vender no mercado de pulgas, irritando sua família[18]. Uma carta publicada mostra que os administradores rejeitaram as demandas. Usando uma câmera escondida em seu bolso, um espião chamado “Owl” fotografa alguém roubando a carta. As fotos são passadas para outro espião. O homem é espancado, capturado e espancado novamente.[19]

Провокация на разгром / Provocação e desastre[editar | editar código-fonte]

A cena começa com gatos mortos pendurados em uma estrutura. Um personagem é introduzido , o “Rei”, cujo trono é feito de automóveis em meio ao lixo, e que lidera uma comunidade que vive em enormes barris enterrados com somente o topo deles desenterrados acima do chão.[20] Depois de uma negociação com agentes da polícia do tsar, “Rei” contrata alguns membros da sua comunidade para colocar fogo, destruir e pilhar uma loja de licor. Uma multidão se aglomera ao redor da loja incendiada enquanto o alarme é acionado.[21]

Ликвидация / Extermínio[editar | editar código-fonte]

O governo manda os militares. Uma criança caminha entre os cavalos dos soldados e sua mãe tenta buscá-lo e é atropelada. Um distúrbio começa, e a multidão é expulsa através de uma série de portões e barreiras.[22] A multidão é reprimida nas galerias. Um policial mata uma criança pequena. Os trabalhadores são guiados até um campo aberto e os militarem atiram em massa. Essa cena é comparada em uma filmagem alternativa com uma vaca sendo abatida.[23]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Maksim Shtraukh — Espião da polícia
  • Grigori Aleksandrov — Capataz da fábrica
  • Mikhail Gomorov — Trabalhador
  • I. Ivanov — Chefe da polícia
  • Ivan Klyukvin —Revolucionário.
  • Aleksandr Antonov — Membro do comité da greve
  • Yudif Glizer — Rainha dos ladrões
  • Anatoli Kuznetsov
  • Vera Yanukova
  • Vladimir Uralsky (as V. Uralsky)
  • M. Mamin
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. A Greve (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  2. A Greve (em português) no CineCartaz (Portugal)
  3. Leyda, Jay; Voynow, Zina (1982), Eisenstein At Work, New York: Pantheon, pp 16
  4. Leyda, Jay; Voynow, Zina (1982), Eisenstein At Work, New York: Pantheon, pp 154
  5. a b Bordwell, David (1993), The Cinema of Eisenstein, Cambridge, MA: Harvard University Press, pp 54
  6. Bordwell, David (1993), The Cinema of Eisenstein, Cambridge, MA: Harvard University Press, pp 63
  7. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment,
  8. Bordwell, David (1993), The Cinema of Eisenstein, Cambridge, MA: Harvard University Press, pp 51
  9. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  10. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  11. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  12. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  13. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  14. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  15. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  16. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  17. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  18. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  19. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  20. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  21. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  22. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
  23. Eisenstein, Sergei (2000), Strike [DVD], Chatsworth, CA: Image Entertainment
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme soviético é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.