A Roda da Fortuna (tarô)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde outubro de 2009). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
A Roda da Fortuna.

A Roda da Fortuna é o décimo Arcano Maior do Tarot. Representa uma roda com seis raios. No alto da roda está uma figura que parece metade anjo, metade diabo[1]. À volta da roda, está um bebé, um menino, um jovem um homem e um idoso. A roda quer representar o ciclo da vida e está suspensa num ambiente com os quatro elementos: Fogo, Água, Terra e Ar. A carta tem o número X e a letra hebraica YOD. Entretanto, no Tarô de Marselha, que é o mais tradicional - e através do qual devemos iniciar nossos estudos da simbologia do Tarô por ser ele um dos mais antigos conjuntos de cartas de Tarô - a Roda da Fortuna nos mostra uma roda de madeira com seis raios e uma manivela, sugerindo que ela pode ser movimentada por outra pessoa ou ser superior. A Roda traz três figuras: uma está ascendendo, uma está no topo e outra está descendo a roda. Nenhuma delas tem características inteiramente humana. São seres híbridos. O ser que está no topo é claramente uma esfinge coroada e mantém uma espada como um aviso: será difícil tomar o meu lugar de ápice de fama e fortuna. Mas a roda gira, e mais cedo ou mais tarde o ser ascendente substituirá a 'esfinge', que se tornará, por sua vez, descendente. Mas cuidado com a palavra "fortuna". Ela significa, antes de mais nada, "destino" ou "sorte". Roda do Destino, seria título mais apropriado na linguagem moderna.<Jung e o Tarô - de Sallie Fields>

Simbologia[editar | editar código-fonte]

Destino, reflexão, tudo acontece a seu tempo.

Todos nós sabemos que a roda da fortuna representa as situações de mudanças em nossa vida. Essas mudanças nos fazem sair de uma rotina que faz com que a vida tenha pouco gosto e variedades. Ora, a roda da fortuna vem trazer as novidades, as surpresas e assim trazendo um novo gosto para nossa vida.

A roda da fortuna representa a garantia de cumprimento de um destino, representado pela lei de causa e efeito e também pela lei da compensação. Tudo leva a crer que de um jeito ou de outro o destino de uma pessoa será cumprido.

"A Roda da Fortuna" é o tear das Moiras, Cloto, Láqueis e Átropos - as deusas gregas que fiavam, teciam e cortavam o fio da vida. Trata-se de uma metáfora dos processos de nascimento, crescimento e desenvolvimento, e desencarne. O fio da vida na roca do destino. Fortuna quer dizer sorte, destino e não fortuna material. O que faz da Roda da Fortuna uma metáfora para as mudanças do destino, o que sobe acaba descendo e o que desce acaba subindo. Em uma leitura de tarot, significaria que as coisas mudam e seguem um rumo natural com ou sem a intervenção do consulente.

Mensagem[editar | editar código-fonte]

A Roda da Fortuna pede que se conscientize de que o mundo não esta contra si, as energias cósmicas do universo devem ser avaliadas para que consiga entender as situações que o rodeiam. As situações nem sempre serão como você deseja, o universo tem as suas próprias razões e caminhos.

A vida segue e a sorte nem sempre será ao seu favor, nem sempre será contra você.

Referências

  1. «Meaning of the Wheel of Fortune Tarot Card». Consultado em 31 de janeiro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]