Acãs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outros significados, veja Acã.


Acã
Akan female figure on a gourd.jpg
População total
Regiões com população significativa
 Gana 47,5% da população total[1]
 Costa do Marfim 28,8% da população total[2]
Línguas
Religiões

Acãs[3][4] (em acã: Akan) são um grupo étnico e linguístico do Gana e Costa do Marfim. Incluem os acuapens, aquiens, anins, axantes, baúles, assins, bonos, fantes, zemas, etc.[5][6] Do século XV ao XIX, dominaram a mineração de ouro e comércio de ouro na região.[7] Sua cultura é dominante no Gana. Dentro do seu folclore há as chamadas Estórias de Ananse (em acã: Anansesem), narrativas ligadas a figura mítica de Ananse que possui forma humana e forma de aranha.[8] Os acãs professam o cristianismo e animismo.[9]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • «Ghana». Agência Central de Inteligência (CIA). 2019 
  • Lopes, Nei (2006). Dicionário escolar afro-brasileiro. São Paulo: Selo Negro Edições 
  • Lopes, Nei; Macedo, José Rivair (2017). «Acã». Dicionário de História da África: Séculos VII a XVI. Belo Horizonte: Autêntica 
  • Lynch, Patricia Ann; Roberts, Jeremy (2010). African Mythology, A to Z. Nova Iorque: Chelsea House Publishers 
  • Silva, Alberto da Costa (2009). «21 - O cavalo e a canoa: os mossis e os songais». A Enxada e a Lança - A África Antes dos Portugueses. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira Participações S.A. ISBN 978-85-209-3947-5 
Ícone de esboço Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Acãs