Acela Express

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Acela Express
Amtrak Acela Boston (8440291269).jpg
Informações
Proprietário Amtrak
Local Nordeste dos Estados Unidos
Tipo de transporte Comboio de Alta Velocidade
Número de estações 14
Tráfego 8.818 ( por dia, em 2010).
Website Acela Express
Dados técnicos
Extensão do sistema 734 km
Bitola 1.435mm bitola padrão
Velocidade média 110km/h
Velocidade máxima 240km/h
Diagrama das linhas da Amtrak, ênfase linha Acela.

Amtrak acela.png

Acela Express (ou simplesmente Acela) é um trem de alta velocidade de propriedade da estatal Amtrak, servindo o corredor do Nordeste dos Estados Unidos, entre Washington, D.C. e Boston, via Baltimore, Philadelphia e Nova Iorque. O Acela Express é a única composição ferroviária de alta velocidade na América do Norte e se desloca sobre trilhos clássicos adaptados. Graças a um sistema pendular que o permite passar mais rápido pelas curvas, o Acela pode circular a velocidades máximas de 240 km/h em algumas partes do trajeto. Porém, opera com uma média de 110 km/h.

Entre Boston e Nova Iorque, o Acela Express possui 37% do mercado ferroviário e aeroviário.[1][2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Durante a década de 1990 a Amtrak fez estudos sobre a incorporação de trens de alta velocidade nos Estados Unidos. A Amtrak selecionou dois protótipos, o ICE1 alemão e o X2000 sueco. Em junho de 1993, um modelo do ICE adaptado, operou no Corredor Nordeste, com velocidades maximas de 225 km/h. Ja o X2000, operou na mesma época do ICE1, com velocidades de 200 km/h. Não satifeita com ambos os testes, a Amtrak publicou um edital em outubro de 1994. O Acela é o resultado de um projeto conjunto, através de licitação, desenvolvido por duas companhias, a Bombardier (75%) e a GEC Alsthom (hoje, Alstom) (25%), que foram selecionadas em março de 1996.[3] Nos primeiros anos da fabricação houve desacordos entre Amtrak e o consórcio escolhido, mas a produção não parou e, em 17 de novembro de 2000, o Acela teve sua viagem inaugural.[4]

Engenharia[editar | editar código-fonte]

Os vagões pendulares são baseados nos primeiros trens da Bombardier (os LRCs) usados no VIA Rail, em vez dos reboques articulados do TGV, e as locomotivas (e carros de passageiros) são muito mais pesadas do que as do TGV, a fim de atender as normas diferentes da Administração Federal Ferroviária dos Estados Unidos (Federal Railroad Administration - FRA) sobre abordagem de acidente ferroviário.[5]

Embora o design dos trens, com potência idêntica de 6.000 cavalos (4.470 kW) em cada extremidade que operam em tensão de 11.000 volts AC, tanto em frequências de 25 ou 60 hertz (ciclos por segundo), se assemelhe o TGV da França, os únicos componentes diretamente derivado do TGV são os 4 motores trifásicos assíncronos de tracção eléctrica (por carro locomotor).

Internet sem fio[editar | editar código-fonte]

O serviço de internet sem fio começou originalmente em 2004, através da AT&T Wireless. [6] Em março de 2007 o vice-presidente da Amtrak para o marketing e produto de gestão anunciou que o Corredor Nordeste em breve começará o serviço de internet sem fio. Em 29 de outubro de 2009 a Amtrak anunciou que iria iniciar a implantação de Wi-Fi na linha Acela com acesso gratuito, com planos para disponibilizar Wi-Fi em outros trens da Amtrak, em um projeto de cinco anos. A empresa GBS Grupo foi escolhida para desenvolver a rede e fornecer o hardware para o novo serviço de Wi-Fi, denominado como AmtrakConnect, em 1 de março de 2010 é implantado o AmtrakConnect em todos os trens Acela Express.

Rota e serviços[editar | editar código-fonte]

 [v  e] Mapa da linha do Acela Express
Dist. Estação
Unknown route-map component "SUBWAY" Unknown route-map component "KINTACCa" Unknown route-map component "BAHN"
0 km Boston South Station
Unknown route-map component "SUBWAY" Unknown route-map component "tINTACCae" Unknown route-map component "BAHN"
2 km Back Bay station
Unknown route-map component "BAHN" Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "PARKING"
18 km Estação Route 128
Unknown route-map component "STR+GRZq"
Divisa
Massachusetts
Rhode Island
Unknown route-map component "BAHN" Unknown route-map component "tINTACCae" Unknown route-map component "BUS2"
69 km Estação Providence
Bridge over water + Unknown route-map component "GRZq"
Divisa
Rhode Island
Connecticut
Unknown route-map component "BAHN" Unknown route-map component "INTACC" Pier
169 km New London
Balsa para
Long Island
Unknown route-map component "BAHN" Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "BUS2"
251 km New Haven
Unknown route-map component "BAHN" Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "BUS2"
314 km Stamford
Bridge over water + Unknown route-map component "GRZq" + Unknown route-map component "PORTALf"
Divisa
Connecticut
New York
através do
Byram River
Unknown route-map component "tWSTR"
East River Túneis
Unknown route-map component "SUBWAY" Unknown route-map component "tINTACC" Unknown route-map component "BAHN"
372 km Nova York Penn Station
Unknown route-map component "tWSTR+GRZq"
Divisa
Nova York
Nova Jersey
Unknown route-map component "htSTRe"
Túneis de North River
Unknown route-map component "SUBWAY" Unknown route-map component "hINTACCe" Unknown route-map component "BAHN"
388 km Newark
Unknown route-map component "BAHN" Unknown route-map component "INTACC"
410 km Estação Metropark
Urban railway Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "BAHN"
465 km Trenton Transit Center
Bridge over water + Unknown route-map component "GRZq"
Divisa
Nova Jersey
Pensilvânia
através do
Rio Delaware
Unknown route-map component "SUBWAY" Unknown route-map component "tINTACCae" Unknown route-map component "BAHN"
518 km Filadélfia 30th Street Station
Unknown route-map component "STR+GRZq"
Divisa
Pensilvânia
Delaware
Urban railway Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "BAHN"
558 km Wilmington
Unknown route-map component "STR+GRZq"
Divisa
Delaware
Maryland
Urban railway Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "BAHN"
669 km Baltimore Penn Station
Airport Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "BAHN"
687 km BWI Marshall Airport
Unknown route-map component "STR+GRZq"
Divisa
Maryland
Washington, D.C.
Unknown route-map component "SUBWAY" Unknown route-map component "INTACC" Unknown route-map component "BAHN"
735 km Union Station (Washington D.C.)
Continuation forward
Northeast Regional para Amtrak Virginia

O Acela é a rota mais popular da Amtrak, e declarou 3,2 milhões de passageiros no ano fiscal de 2010.[7] O início da rota fica na cidade de Boston, MA e o final da rota em Washington, DC. Com 14 paradas intermediárias, o Acela viaja um total de 734 km em uma média de 7 horas. A frequência do serviço é de 20 partidas por dia. O Acela possui duas classes a bordo; a classe "business" e a primeira classe. Seus assentos são similares ao de aeronaves comerciais, com pouco mais de conforto. O trem é acessível aos portadores de necessidades especiais. Há um "café" a bordo com serviço de bebidas e refeições. Para a primeira classe há a possibilidade de serviço de bordo nos próprios assentos.

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «On One Key Route, Amtrak is Up, Airlines Down». Wired. Conde Nast Publications. 21 de março de 2008. Consultado em 2 de fevereiro de 2010  for Acela express passenger numbers only
  2. «The Information: Most popular airline routes». Financial Times. 17 de janeiro de 2009. Consultado em 2 de fevereiro de 2010 
  3. «Acela, Built to Be Rail's Savior, Bedevils Amtrak at Every Turn». New York Times. 24 de abril de 2005. Consultado em 29 de agosto de 2009 
  4. «U.S. Transportation Secretary Slater celebrates inaugural run of Acela Express high-speed rail service». M2 Presswire. 17 de novembro de 2000. Consultado em 29 de agosto de 2009 
  5. McCaughrin, Eric (5 de março de 2007). «How the FRA is Regulating Passenger Rail Out of Existence». East Bay Bicycle Coalition 
  6. «Behind the Curve; Access on Metro-North or Amtrak Cars? Not So Fast» (em inglês). New York Times 
  7. «AMTRAK SETS NEW RIDERSHIP RECORD, THANKS PASSENGERS FOR TAKING THE TRAIN» (PDF). Amtrak. 11 de outubro de 2010. Consultado em 26 de outubro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Acela Express