Acemanana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Acemanana

Acemanana, em inglês Acemannan é um isômero-D do Glicosaminoglicano nas folhas de Aloe vera. Este composto é conhecido por ter propriedades imunoestimulante,[1] antiviral, antineoplástico e gastrointestinal .[2]

Estrutura e propriedades químicas[editar | editar código-fonte]

Acemanana um monômero é um mono acetato ligado pelo β-1,4-Ligação glicosídicas.[3][4] Este polimêro é hidrofílico: Tem 50 Ligação de hidrogênio receptores, 19 ligações de hidrogênio doadores, e um coeficiente de partição de -3.27. Portanto, sua permeabilidade (e, consequentemente, biodisponibilidade) foi ranqueada como 1 de acordo com a regra de cinco de Lipinsky.[5]

Propriedades imunoestimulante[editar | editar código-fonte]

Acemanana demonstrou induzir macrófagos a secretar interferon, Fator de necrose tumoral-α (sigla em inglês TNF-α) e Interleucinas (sigla em inglês IL-1); portanto, pode ajudar a prevenir ou repelir infecção viral. Estas três citocinas são conhecidas por causar inflamação, e o interferon é liberado em resposta a infecções virais. In vitro estudos mostraram Acemanana para inibir a replicação do HIV; no entanto, in vivo estudos não foram conclusivos.

O Dr. John C. Pittman no relatório de pesquisa em "Health Consciousness" (vol.13, no. 1/1992)[6], cita que "Acemanana possui propriedades antivirais, antibacterianas e antimicóticas, que podem ajudar a controlar infestações por Cândida e estabilizar a flora bacteriana dos órgãos digestivos".

Acemanana está atualmente sendo usado para tratamento e manejo clínico de fibrossarcoma em cães e gatos. A administração de Acemanana mostrou aumentar a necrose do tumor e a prolongar a sobrevivência do hospedeiro; os animais demonstraram infiltração e encapsulamento dos linfóides.[7]

O composto foi estabelecido para ter um LD50 de >80 mg/kg e LC50 >5.000 mg/kg IV.[8]

Referências

  1. Ebadi, Manuchair (6 de setembro de 2006). Pharmacodynamic Basis of Herbal Medicine Second ed. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1-4200-0645-2. Consultado em 23 de maio de 2015 
  2. Pubchem. «SID 596005 – PubChem». nih.gov. Consultado em 23 de maio de 2015 
  3. «Archived copy». Consultado em 2 de abril de 2009. Arquivado do original em 27 de setembro de 2009 
  4. «Acemannan Immunostimulant». drugs.com. Consultado em 23 de maio de 2015 
  5. «Archived copy». Consultado em 2 de abril de 2009. Arquivado do original em 8 de abril de 2009 
  6. «Immune enhancing effects of Aloe» (PDF). 1996 
  7. Harris, C; Pierce, K; King, G; Yates, K. M.; Hall, J; Tizard, I (1991). «Efficacy of acemannan in treatment of canine and feline spontaneous neoplasms». Molecular biotherapy. 3 (4): 207–13. PMID 1768373 
  8. «Archived copy». Consultado em 2 de abril de 2009. Arquivado do original em 3 de julho de 2008