Africa (agência de publicidade)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Africa
Logo da Africa
Gênero Agência de publicidade
Fundação dezembro de 2002 (13 anos)
Fundador(es) Nizan Guanaes
Proprietário(s) Grupo ABC

Africa é uma agência de publicidade brasileira fundada em dezembro de 2002, por Nizan Guanaes e mais quatro sócios, e está entre as maiores agências do Brasil. O nome Africa foi escolhido por ser entendido internacionalmente e ainda homenagear um povo que em muito repercutiu na cultura brasileira. Apesar de ser uma agência brasileira, as suas campanhas têm presença global através de clientes como Itaú, Heinz e Budweiser[1] . A Africa é uma das agências do Grupo ABC.[2]

Conceito[editar | editar código-fonte]

A Africa é uma empresa de publicidade, marketing e branding que atende poucos clientes (hoje treze contas estão na casa), e os sócios participam diretamente dos negócios. Cada cliente tem uma sala exclusiva na Africa. Fazem parte do portfólio da Africa as seguintes contas: AmBev, Budweiser, Folha de S.Paulo, Grendene, Heinz, Itaú, Mitsubishi, Natura, Procter & Gamble, Qualy, Suzuki, Vivo, e Walmart.com.[1]

Espécie de “relais châteaux” da publicidade, a Africa foi fundada em dezembro de 2002 com essa proposta diferenciada, um modelo de atendimento único no Brasil. A agência pertence ao Grupo ABC, que faz parte do Grupo Omnicom.

Com sede em São Paulo e escritórios no Rio de Janeiro e em Nova York, a Africa foi eleita International Agency of the Year pela revista Advertising Age em 2014, considerada bíblia da propaganda mundial, além de ter sido apontada como uma das agências mais criativas do mundo pela Adweek, referência em criatividade no mundo. Em 2015, foi Agência do Ano na Lürzer’s Archive, uma das mais prestigiadas e importantes publicações do mercado publicitário mundial.

Além disso, foi escolhida Agência do Ano por dois anos pelo Prêmio Caboré, principal premiação da propaganda brasileira, eleita a agência mais admirada nos últimos sete anos pela CartaCapital, e por sete anos a agência de propaganda mais admirada, pelo jornal DCI.

Em 2012, foi criada a Africa Zero, que tem como modelo de negócio trabalhar para grandes empresas que ainda não são grandes anunciantes ou anunciantes que ainda não são grandes empresas. Os clientes da Africa Zero são: 99Taxis, ANJ, BIMBO, Braskem, Colégio Bandeirantes, Dr. Oetker, Embraer, Fundação Lehman, Qualicorp, e Unimed Rio.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

A África foi:

- Eleita International Agency of the Year pela Advertising Age em 2014;[3]

- Considerada uma das 10 mais criativas do mundo pela Adweek em 2014;

- A Agência de propaganda mais admirada nos últimos sete anos pela CartaCapital, e também pelo jornal DCI;

- Agência mais bem avaliada pelos clientes de acordo com o Grupo Consultores;

- Vencedora de 13 Leões no Festival de Cannes em 2015;

- Agência do Ano pela revista Archive em 2015;

- Grand Prix no Clio Sports Awards em 2015;

- Vencedora no Prêmio Abril de Publicidade em 2015;

- Vencedora no Prêmio Profissionais do Ano;

- Vencedora de 8 Caborés, sendo 2 como Agência do Ano;

- Vencedora em Prêmios no D&AD, One Show, Clio Awards, Festival do CCSP, Prêmios Lusos, El Ojo de Iberoamerica, Wave, entre outros.

Referências

  1. a b http://www.grupoabc.com/pt/empresas-do-grupo/africa/
  2. Pedro Hijo. A Bahia no mundo. Revista [B+], edição 22.
  3. «Africa e eleita a agencia internacional do ano"». [Estadao]. Consultado em 04 de Março de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Africa (agência de publicidade)