Alfredo Coelho de Magalhães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alfredo Ângelo Coelho de Magalhães (Porto, 19191988) foi um arquitecto e político português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciado em Arquitectura pela Escola Superior de Belas Artes do Porto foi autor de numerosos projectos de construção de hotéis, estalagens, moradias e instalações industriais. Na sua obra destacam-se o Complexo de Ofir e o projecto do novo Casino de Espinho.[1]

Foi opositor do Estado Novo, tendo participado activamente nas campanhas eleitorais de Norton de Matos e de Humberto Delgado, de quem foi colaborador próximo. Imediatamente após o 25 de Abril aderiu ao Partido Socialista, filiando-se mais tarde no Partido Social Democrata.[1]

Foi eleito presidente da Câmara Municipal do Porto, em 1980, nas listas da Aliança Democrática.[1]

Referências

  1. a b c «Alfredo Coelho de Magalhães 1980-82» (pdf). Câmara Municipal do Porto. Revista da Câmara Municipal do Porto. Julho de 2005. Consultado em 1 de Dezembro de 2011 
Precedido por
Aureliano Veloso
Presidente da Câmara Municipal do Porto
19801982
Sucedido por
Paulo Vallada
Ícone de esboço Este artigo sobre Personalidades, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.