Alto-alemão médio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O baixo-alemão médio é ancestral da língua alemã moderna que foi falado entre 1050 e 1500 e ao contrário do que pode parecer, o baixo-alemão não dera origem ao baixo-alemão médio. Ele nasceu a partir do saxão antigo (ou baixo-saxão), falado no norte da Alemanha.

Falada entre os séculos IX e XII, esta língua germânica ocidental fora a origem, juntamente com o frísio e o inglês antigo, do inglês que conhecemos hoje.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Dialetalmente, o alto-alemão médio divide-se em:

  1. Alto-alemão (Oberdeutsch), compreendendo o alemánico e o austro-bávaro
  2. Alemão central (Mitteldeutsch), compreendendo os dialetos franconianos e o alemão central oriental (Ostmitteldeutsch).

O iídiche foi criado nos séculos XIII e XIV como uma variedade do alto-alemão médio, escrito em caracteres hebraicos.

{{Carece de fontes}}

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.