Anéis olímpicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O símbolo dos Jogos Olímpicos é composto por cinco arcos entrelaçados, com as cores azul, amarelo, preto, verde e vermelho sobre um fundo branco. Este foi originalmente concebido em 1913 pelo Barão Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos modernos.

Cquote1.svg O emblema foi escolhido para ilustrar e representar o Congresso mundial de 1914: cinco anéis entrelaçados com cores diferentes - azul, amarelo, preto, verde e vermelho - são colocados no campo em branco do papel. Esses cinco anéis representam as cinco partes do mundo, que agora são conquistados para Olimpismo e dispostas a aceitar uma concorrência saudável. Cquote2.svg
Pierre de Coubertin após a introdução do símbolo, em agosto de 1913, edição da Revue Olympique.[1]
Olympic rings with transparent rims.svg

Cores[editar | editar código-fonte]

As cores utilizadas nos cinco anéis da bandeira foram escolhidas e representadas por Pierre de Coubertin[2] devido a frequência em que aparecem nas bandeiras das diversas nações no mundo. Pelo menos uma das demais cores está presente em cada bandeira, dessa forma, além de simbolizar a união dos cinco continentes, integra todos os países, fornecendo um sentido universal para as Olimpíadas. Cada anel representa um continente, sendo o anel azul correspondente a Europa, o anel amarelo a Ásia, o preto a África, o verde a Oceania e o vermelho as Américas.[3]


Referências

  1. Vlad Minharro (10 de julho de 2012). «Design no Esporte: As Olimpíadas (Parte 1)». Revista Leaf. Consultado em 1 de setembro de 2012. 
  2. «The Olympic Symbols» (PDF). Consultado em 25 de julho de 2013. 
  3. «The Olympic Symbols» (PDF). Consultado em 25 de julho de 2013.