Anéis olímpicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O símbolo dos Jogos Olímpicos é composto por cinco arcos entrelaçados, com as cores azul, amarelo, preto, verde e vermelho sobre um fundo branco. Este foi originalmente concebido em 1913 pelo Barão Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos modernos.

Olympic rings with transparent rims.svg

Cores[editar | editar código-fonte]

As cores utilizadas nos cinco anéis da bandeira foram escolhidas e representadas por Pierre de Coubertin[2] devido à frequência em que aparecem nas bandeiras das diversas nações no mundo. Pelo menos uma das demais cores está presente em cada bandeira, dessa forma, integra todos os países, fornecendo um sentido universal para as Olimpíadas. Há uma versão de que cada anel representaria um continente (sendo o anel azul correspondente a Europa, o anel amarelo a Ásia, o preto a África, o verde a Oceania e o vermelho a América), porém essa versão é oficialmente tida como equivocada.[3]

Desenho original[editar | editar código-fonte]

O desenho foi feito em 1913 por Pierre de Coubertin recorrendo a grafite e guache em papel, medindo 21 por 27,5 centímetros.

O projeto foi entregue por Pierre de Coubertin a um homem suíço, tendo ficado na família ao longo dos tempos até que um colecionador o comprou e colocou-o à venda em 2020.

Em 26 de Julho de 2020 o desenho foi vendido a um colecionador brasileiro por 185 mil euros, mais custos, ou 234.950 euros.[4]

Referências

  1. Vlad Minharro (10 de julho de 2012). «Design no Esporte: As Olimpíadas (Parte 1)». Revista Leaf. Consultado em 1 de setembro de 2012. Arquivado do original em 1 de novembro de 2012 
  2. «The Olympic Symbols» (PDF). Consultado em 25 de julho de 2013 
  3. «The Olympic Symbols» (PDF). Consultado em 25 de julho de 2013 
  4. «Desenho original dos anéis olímpicos vendido por 185 mil euros em leilão»