Anato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Anato

O anato, anoto, arnoto, ou colorau é a substância vermelha, extraída do arilo da semente tintorial do urucuzeiro. Rico em carotenoide e com a coloração avermelhada, é empregado na indústria alimentícia, na fabricação de corantes, na indústria de cosméticos, na fabricação de produtos para a pele e também usada em artefatos e cerâmica indígena.[1]

No Brasil, é também conhecido por colorau (em alguns locais, como no Nordeste, é chamado também de colorífico). Na culinária brasileira, é usado como condimento ou corante de alimentos.[1] Na indústria de laticínios, é usado para corar queijos e manteiga.

Referências

  1. a b Theo Ruprecht (7 de maio de 2018). «Para que serve o pó de urucum (colorau) e como usá-lo». saude.abril.com.br. Consultado em 5 de outubro de 2021