Angerville (Essonne)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Angerville é uma comuna francesa localizada a sessenta e seis quilômetros ao sudoeste de Paris, no departamento de Essonne na região de Ilha de França.

Seus habitantes são chamados Angervillois[1].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Situação[editar | editar código-fonte]

Angerville está localizada a sessenta e seis quilômetros ao sudoeste de Paris-Notre-Dame, ponto zero das estradas da França, dezoito quilômetros ao sudoeste de Étampes, vinte e quatro quilômetros ao sul de Dourdan, trinta e três quilômetros ao sudoeste de La Ferté-Alais, trinta e seis quilômetros ao sudoeste da Milly-la-Forêt, trinta e seis milhas ao sudoeste de Arpajon, quarenta e dois quilômetros ao sudoeste de Montlhéry, a quarenta e oito quilômetros ao sudoeste de Palaiseau, quarenta e nove quilômetros ao sudoeste de Évry, quarenta e nove quilômetros ao sudoeste de Corbeil-Essonnes, duzentos e doze quilômetros ao nordeste da cidade de Angers e cento oitenta e um quilômetros ao sudeste de seu homônimo Angerville em Calvados[2].

Comunas limítrofes[editar | editar código-fonte]

Transportes[editar | editar código-fonte]

La gare d'Angerville.
A estação de Angerville.

O município tem em seu território a estação de Angerville na linha Paris-Austerlitz - Bordeaux-St-Jean, servida pelo TER Centre-Val de Loire.

A cidade é servida por:

Toponímia[editar | editar código-fonte]

O nome da localidade é atestado sob as formas latinizadas Ansgerii villa em 1079, Anschervilla em 1123, Angere Regis, Angervilla-Gasta, Angerville la Gaste, e depois Angerville-la-Gate.

É uma formação toponímica em -ville no velho sentido de "domínio rural" (termo derivado do galo-romano VILLA "grande domínio rural").

O primeiro elemento, como é geralmente o caso, se explica por um antropônimo de origem germânica. Neste caso, é Ansgar, o nome da pessoa com frequentemente atestado e que se perpetua no patrônimo Anger, bastante comum, típico do Noroeste da França. Ele é encontrado em Angervilliers, outra comuna de Essonne (ver São Ansgário).

Em algumas formas mais antigas, nota-se o determinante complementares e transitório de -gâte: Angerville-la-Gate, do francês antigo gaste, deverbal de gaster > gâter, palavra por palavra "terra despejada", isto é, "terra inculta" que pode ser encontrado em Saint-Aubin-de-Terregatte (Mancha, Terra Wasta 1144, Terra Guasta 1154) e Saint-Denis-le-Gast (Mancha).

A comuna foi criada em 1793 com o seu nome atual.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Angerville começa com Suger, preboste de Toury e abade de Saint-Denis, que fundou as Villae novae, asilos abertos aos fugitivos. Ele é encorajado por Luís VI que declarou livres, aqueles que se estabelecerem aí. Confinado em suas muralhas desde Henrique II da França, a passagem na estrada real entre Paris e Orleans, se tornou rapidamente próspera (40 pousadas, estações de correio e hotéis). Hoje, sempre vila prospera na estrada nacional 20 e a estação na ferrovia de Paris a Orleans.

A antiga comuna de Dommerville, anteriormente localizada no departamento de Eure-et-Loir, se juntou à de Angerville em 1974, excluindo a aldeia de Jodainville que se juntou à comuna de Gommerville.

Cultura local e Patrimônio[editar | editar código-fonte]

Patrimônio ambiental[editar | editar código-fonte]

Alguns bosques arborizados foram identificados ao título de espaços naturais sensíveis pelo Conselho geral de Essonne.

Patrimônio arquitetônico[editar | editar código-fonte]

Personalidades ligadas à comuna[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]