António Carrapatoso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

António Rui de Lacerda Carrapatoso GOIH (Lisboa, 1957) é um gestor de empresas português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciou-se em Administração e Gestão de Empresas na Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa, e obteve um MBA, pela Universidade Nova de Lisboa e pela Wharton School. De 1980 a 1988 foi assistente na Universidade Católica Portuguesa, regendo depois a disciplina de Organização e Direcção de Empresas (1988-1992).

Exerceu cargos de chefia em diversas empresas portuguesas de destaque, como o Grupo CUF, onde foi administrador da Quimigal, entre outras participadas. Presidiu ao Conselho de Administração da Colgate Palmolive Portuguesa (1988-1990) e passou pelo Grupo Espírito Santo, como administrador do Banco Essi (1991-1995) e gerente da Esfi (1991-1995).

Foi António Carrapatoso que coordenou, em 1990/91, a elaboração de uma candidatura concorrente à atribuição da segunda licença de telecomunicações móveis (GSM) em Portugal. Uma candidatura que saiu vencedora entre oito concorrentes. A 18 de outubro de 1992, a Telecel iniciou o serviço ao público. Em 2000, depois de ter sido adquirida pelo Grupo Vodafone, a Telecel transformou-se em Vodafone Portugal.

Em 1995 entra para a Telecel (hoje Vodafone Portugal), tendo sido presidente do Conselho de Administração da Vodafone em Portugal, administrador da Europolitan, da Vodacom e da Vodafone AirTouch. Integrou o Conselho Editorial do Diário Económico (1995-2000), presidiu à Apritel - Associação dos Operadores Privados de Telecomunicações (1995-2001) e foi membro da Comissão Instaladora do Compromisso Portugal (2003-2005).

A 5 de Janeiro de 2007 foi feito Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

António Carrapatoso termina a 31 de Dezembro de 2014 o mandato de presidente não executivo do conselho de administração (chairman) da Vodafone Portugal, funções que exercia desde 2009. Vai dedicar-se inteiramente a outros projetos de cidadania, profissionais e empresariais.

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "António Rui de Lacerda Carrapatoso". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 19 de outubro de 2015. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]