ArgoUML

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
ArgoUml
Desenvolvedor CollabNet INC
Lançamento 0.34
Versão estável 14 de dezembro de 2011; há 175 semanas e 3 dias
Idioma(s) Multilanguage
Linguagem Java
Sistema operativo Multiplataforma
Gênero(s) desenvolvedor software
Licença licencia BSD
Estado do desenvolvimento Ativo
Página oficial argouml.tigris.org

ArgoUML é uma aplicação open source que usa UML para modelar o desenho de software de computador. A aplicação corre na maior parte das plataformas uma vez que é implementada em Java. Está distribuída sob a licença BSD. Providencia suporte para quase todos os tipos de diagrama da UML padrão e inclui suporte cognitivo.

A Software Development Magazine realiza uma premiação anual entre ferramentas populares de desenvolvimento de software em várias categorias. Em 2003 o ArgoUML foi um dos finalistas na categoria "Ferramentas de Design e Análises". Ele recebeu um prêmio de revelação, derrotando várias ferramentas comerciais.

Apesar disso, até a versão 0.20, o ArgoUML estava ainda incompleto. Ele não tinha conformidade completa com o padrão UML[1] e não oferecia suporte total a alguns tipos de diagramas, incluindo diagramas de seqüências [2] .

Releases[editar | editar código-fonte]

Releases estáveis anteriores:

  • 0.10.1 (Julho 2002)
  • 0.12 (Outubro 2002)
  • 0.14 (Agosto 2003)
  • 0.16.1 (Agosto 2004)
  • 0.18.1 (Abril 2005)
  • 0.20 (Fevereiro 2006)
  • 0.22 (Agosto 2006)
  • 0.24 (Fevereiro 2007)
  • 0.34 (14 dezembro 2011)

Features[editar | editar código-fonte]

Novidades na versão 0.20:

  • UML 1.4 - Características de extensibilidade aprimoradas do UML 1.4,
  • Diagramas de Seqüências,
  • Compatibilidade com AndroMDA,
  • Qualidade - Centenas de erros corrigidos,
  • Muitas das funções agora suportam seleção múltipla de modelamentos,
  • Arrastar e Soltar da árvore de diretório ao diagrama ou dentro da própria árvore.

Outras features:

  • Críticas de design built in que provêem a revisão discreta do design e sugestões de melhorias,
  • Interface de módulos extensíveis,
  • Suporte a internacionalização para Inglês, Alemão, Francês, Espanhol e Russo,
  • Restrições OCL para Classes,
  • Suporte de geração de código: Java, PHP, Python, C++ e Csharp (C#),
  • Engenharia reversa,
  • Diagrama de classes com layout automático,
  • Geração de arquivos PNG, GIF, JPG, SVG e EPS a partir de diagramas,
  • Suporte a comentários para múltiplos elementos,
  • Todos os diagramas UML 1.4 são suportados.

Pontos fracos[editar | editar código-fonte]

  • Incompatibilidade entre versões,
  • Importação/Exportação para Java,
  • Não há auto-chamadas em diagramas de seqüências,
  • Ausência de undo (desfazer a última acção).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]