Arquidiocese de Manizales

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arquidiocese de Manizales
Archidiœcesis Manizalensis
Escudo arquidiocese de Manizales
Localização
País  Colômbia
Dioceses sufragâneas Armenia, La Dorada-Guaduas, Pereira
Estatísticas
População 812 000
Área 3 848 km²
Paróquias 83
Sacerdotes 245
Informação
Rito latino
Criação da diocese 11 de abril de 1900
Elevação a arquidiocese 10 de maio de 1954
Catedral Catedral Basílica Metropolitana de Nossa Senhora do Rosário
Governo da arquidiocese
Arcebispo Gonzalo Restrepo Restrepo
Arcebispo emérito José de Jesús Pimiento Rodríguez
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Página oficial www.arquidiocesisdemanizales.com
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Manizales (Archidiœcesis Manizalensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica situada na Colômbia. É fruto da elevação da diocese de Manizales, criada em 11 de abril de 1900. Seu atual arcebispo é Gonzalo Restrepo Restrepo. Sua é a Catedral Basílica Metropolitana de Nossa Senhora do Rosário.

Possui 83 paróquias servidas por 245 padres, contando com 97,2% da população jurisdicionada batizada.

História[editar | editar código-fonte]

A diocese foi eregida em 11 de abril de 1900, recebendo parte do território da arquidiocese de Popayán e da diocese de Medellín (hoje arquidiocese). Originariamente era sufragânea da arquidiocese de Popayán.

Em 24 de fevereiro de 1902 passou a fazer parte da província eclesiástica da arquidiocese de Medellín.

Em 17 de dezembro de 1952 cedeu parte do seu território para a ereção da diocese de Armenia e de Pereira.

Em 10 de maio de 1954 foi elevada ao posto de arquidiocese metropolitana com a bula Ob arduum do Papa Pio XII.

Em 29 de março de 1984 cedeu outra porção de território para a ereção da diocese de La Dorada-Guaduas.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]