Assistente virtual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um assistente virtual (abreviado como VA, também chamado de assistente de escritório virtual)[1] é, geralmente um profissional autônomo que oferece assistência administrativa, técnica, criativa ou apenas assistência (social) para clientes remotamente a partir de um home office.[2][3]

Porque assistentes virtuais são contratados independentes, em vez de empregados, os clientes não são responsáveis ​​por quaisquer impostos relacionados com funcionários, seguro ou benefícios, exceto no contexto de que essas despesas indiretas estão incluídas nas tarifas do VA. Os clientes também evitar o problema logístico de proporcionar espaço de escritório extra, equipamentos ou suprimentos. Os clientes pagam por 100% de trabalho produtivo e podem trabalhar com assistentes virtuais, individualmente, ou em empresas multi-VA para satisfazer suas necessidades. Os assistentes virtuais geralmente trabalham para pequenos negócios,[4] mas também podem dar suporte a executivos ocupados. Estima-se que existam no mínimo 5.000-10.000 ou no máximo 25 mil assistentes virtuais em todo o mundo. A profissão está crescendo em economias centralizadas que usam de práticas "Fly-in fly-out" de pessoal.[5][6][7]

Os modos mais comuns de comunicação e entrega de dados incluem a Internet, e-mail, conferências por chamadas telefônicas,[8] espaços de trabalho on-line e aparelho de fax. Os assistentes cada vez mais estão utilizando a tecnologia virtual, como Skype, bem como Google Voice.

Referências

  1. Unattributed (2002). «Real work in virtual offices». International Journal of Productivity and Performance Management. 51 (4/5): 266–268. ISSN 1741-0401 
  2. Starks, Misty (Julho/Agosto 2006). Helping Entrepreneurs, Virtually PDF (2643.3 KiB), D-MARS
  3. Youngblood, Sharon. «Virtual help is on the way» (reprint). Inside Tucson Business. 15 (52). p. 11. Consultado em 19 de abril de 2009 
  4. Finkelstein, Brad (fevereiro–março de 2005). «Virtual Assistants A Reality». Broker Magazine. 7 (1): 44–46. ISSN 1540-0824 
  5. Outsourcing Comes of Age: The Rise of Collaborative Partnering PDF (548 KiB), PricewaterhouseCoopers. Retrieved on 2008-07-27.
  6. Rose, Barbara (21 de dezembro de 2005). «Personal Assistants Get a High-tech Makeover». Standard-Times. Consultado em 29 de julho de 2008 
  7. Meyer, Ann (22 de maio de 2006). «Technology links virtual businesses: Advances spur rise in collaborative work» (reprint). Chicago Tribune. Consultado em 14 de agosto de 2008 
  8. Johnson, Tory (23 de julho de 2007). «Work-From-Home Tips: Job Opportunities for Everyone». ABC News. Consultado em 28 de julho de 2008