Atenodoro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Atenodoro pode se referir a:

  • Atenodoro, um retórico, contemporâneo de Pólux, e discípulo de Aristóteles e Cresto.[1]
  • O pai e irmão do poeta Arato.[2]
  • Atenodoro, um estoico, natural de Tarso, chamado Cananita, pela cidade Cana, da Cilícia, onde nascera seu pai Sandão. Possivelmente idêntico ao Atenodoro Calvo, mencionado por Cícero. Foi conselheiro do imperador Augusto e professor do futuro imperador Cláudio.[3]
  • Atenodoro, outro estoico, natural de Tarso, cognominado Cordílio. Era o guardião da Biblioteca de Pérgamo, mudou-se para Roma, e morreu na casa de M. Catão.[4]
  • Atenodoro da Erétria autor de um livro citado por Fócio.[5]
  • Atenodoro de Rodes, retórico citado por Quintiliano.[6]
  • Atenodoro de Teos, tocador de cítara, foi um dos que se apresentaram em Susa, 324 a.C., no casamento de Alexandre com Estatira.[7]
  • Atenodoro, ator, se apresentou no casamento de Alexandre com Estatira.[7]
  • Atenodoro, médico possivelmente contemporâneo de Plutarco[8]
  • Atenodoro de Cleitor, escultor de Cleitor, na Arcádia, discípulo de Policleto, o Velho[9]
  • Atenodoro de Rodes, escultor, filho e aluno de Agesandro de Rodes, a quem assistiu em esculpir o Grupo de Laocoonte.[10]
  • Atenodoro, pirata que escravizou o povo de Delos e insultou as imagens dos deuses, em 69 a.C. [Nota 1] Caio Triário reparou as partes danificadas da cidade e fortificou a ilha.[11]

Notas e referências

Notas

  1. Quarto ano da 177a olimpíada.

Referências