Flégon de Trales

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Flégon de Trales foi um escritor grego romanizado, ativo no século II.

Sua principal obra é Olimpíadas, um compêndio histórico em dezesseis volumes, tratando da história dos Jogos Olímpicos desde sua origem até o ano de 137. Também escreveu obras menores, entre elas o Livro das Maravilhas, sobre fatos bizarros e criaturas fantásticas, o Livro das Pessoas Velhas e Maravilhosas, uma lista de indivíduos que ultrapassaram os cem anos de idade, uma Descrição da Sicília, uma Topografia de Roma, um compêndio dos vencedores dos Jogos, e um livro sobre festivais romanos.

Segundo Fócio, ele era um liberto do imperador Adriano.[1] Fócio criticou Flégon por listar nomes e conquistas dos vencedores olímpicos e dar muita importância a oráculos.[1]

Referências

  1. a b Flégon de Trales, Coleção de crônicas e lista de vencedores olímpicos, preservada por Fócio, Biblioteca de Fócio [em linha]
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.