Austin Motor Company

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde maio de 2014). Ajude e colabore com a tradução.
The Austin Motor Company Limited
Emblema da Austin Motor Company.
Indústria Automobilística
Fundador(es) Herbert Austin
Sede Inglaterra
Produtos Automóveis

Formalmente The Austin Motor Company Limited foi uma empresa inglesa, fabricante de veículos a motor. Fundada por Herbert Austin em 1905, o controle da empresa foi dividido com a Morris Motors Limited em 1952 numa nova "companhia holding" chamada The British Motor Corporation Limited, na qual, tanto a Austin quanto a Morris, mantiveram suas próprias identidades.

A marca Austin foi usada até 1987, e está hoje em posse da Shanghai Automotive Industry Corporation (SAIC) depois de transferida de uma subsidiária falida, a Nanjing Automotive que a havia adquirido juntamente com o MG Rover Group em julho de 2005.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Um Austin de competição de 1908.
Austin Motors showroom, Long Acre, London, circa 1910
Sixteen Westminster saloon, 1932.

Depois de algumas experiências incipientes e a fabricação de três automóveis entre 1895 e 1899.[1] Em 1901, Herbert Austin começou a desenvolver um trabalho mais profissional. Em 1905, com o suporte dos irmãos Vickers, e financiamento de Harvey du Cros,[1] ele adquiriu em novembro, as instalações de uma gráfica fora de uso na pequena vila de Longbridge em Worcestershire. No mês seguinte a The Austin Motor Company Limited foi incorporada. Em abril de 1906, um grande número de motoristas se dirigiu a Longbridge para conhecer o novo carro da Austin, um modelo convencional de quatro cilindros em duas versões: 15/20 hp[2] por £500 e 25/30 hp por £650. O único concessionário para venda do veículo era Mr Harvey Du Cros junior.[3]

Os carros da Austin, eram luxuosos. A lista de clientes incluía: Gran Duques russos, Princesas, Bispos, altos oficiais do governo espanhol e uma longa lista de membros da nobreza britânica.[2] Em fevereiro de 1914, a Austin já fabricava muitos modelos entre: turismo, limusines e cupês com motores de 15, 20, 30 e 60 hp. Ambulâncias e veículos comerciais também estavam disponíveis.[2] A Austin se tornou uma empresa de capital aberto em 1914, e o capital passou para £650.000. Na época a sua produção a colocava na quinta posição do ranking britânico.

A Austin Motor Co. cresceu enormemente durante a Primeira Guerra Mundial, atendendo contratos do governo para aviões, blindagens, armas pesadas e conjuntos geradores, além de 1.600 caminhões de três toneladas, a maior parte deles enviada para a Rússia.[4] O número de empregados cresceu de cerca de 2.500 para 22.000. O sucesso continuou no período entre Guerras (1919–1939). Durante a Segunda Guerra, a Austin continuou a construir carros, mas também caminhões e aviões incluindo os bombardeiros Lancaster. Algumas mudanças e evoluções técnicas no setor automobilístico durante a década de 60 começaram a afetar os negócios. Na década de 70 as coisas começaram a caminhar mal, e na década de 80 a marca praticamente desapareceu.

Produtos[editar | editar código-fonte]

Carros[editar | editar código-fonte]

Sixteen Carlton 7-lugares, 1934.
Eighteen Norfolk, 1938
1946 12 (1465cc).
Um Austin K2 ambulância.
Um Austin FX4.

Veículos militares[editar | editar código-fonte]

Taxis de Londres[editar | editar código-fonte]

Ambulâncias[editar | editar código-fonte]

Veículos comerciais[editar | editar código-fonte]

Light van ~1964.
  • A Austin também fabricou veículos comerciais, um dos quais o FG, sucessor do Morris FG. O FG foi o produto mais importante para manter o Reino Unido funcionando durante a década de 60. Esses Austin FG, e mais tarde os Leyland FG, tinham motores a gasolina e a diesel de bom torque mas baixo desempenho em termos de velocidade: 65 km/h era o melhor que eles conseguiam. A Leyland estava prestes a assumir a produção dos FG, mas antes que ela o fizesse, em 1964, a BBC (British Broadcasting Corporation) encomendou seis exemplares em forma de ônibus a uma empresa de Middlesex, a Palmer Coachbuilders. Esses seis veículos serviram para filmagens externas.

Aviões[editar | editar código-fonte]

O caça Austin-Ball A.F.B.1, ~1917.

Durante a Primeira Guerra Mundial, a Austin construiu aviões sob licença, incluindo o Royal Aircraft Factory S.E.5a, mas também produziu alguns modelos de desenho próprio. Nenhum deles passou da fase de protótipo. Eles incluíam:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Roy Church, ‘Austin, Herbert, Baron Austin (1866–1941)’, Oxford Dictionary of National Biography, Oxford University Press, 2004
  2. a b c The Austin Motor Company (1914) Limited. The Times, Monday, 9 February 1914; p. 13; Issue 40442.
  3. Automobile Notes. The Times, Tuesday, 1 May 1906; p. 6; Issue 38008
  4. The Times, Saturday, August 26, 1995; pg. 3[S1]; Issue 65356.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Sharratt, Barney (2000). Men and Motors of "The Austin": The Intriguing Inside Story. [S.l.]: Haynes Group. ISBN 1-85960-671-7  Parâmetro desconhecido |separator= ignorado (|modo=) sugerido (ajuda)
  • Cusumano, Michael A. (1985). The Japanese Automobile Industry. [S.l.]: Harvard University Press. ISBN 0-674-47255-1  Parâmetro desconhecido |separator= ignorado (|modo=) sugerido (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Austin Motor Company