Óleo de Lorenzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Azeite de Lorenzo)
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme com Susan Sarandon e Nick Nolte, veja Lorenzo's Oil.
LorenzoOil.png

O óleo de Lorenzo (ou azeite de Lorenzo) é a designação de uma mistura, na proporção 4:1, de trioleína e trierucina, os triacilglicerois derivados, respectivamente, dos ácidos oleico e erúcico, preparados a partir dos óleos de oliva e colza.[1]

É ministrado a pessoas de blatocinetose portadoras da adrenoleucodistrofia (ALD), uma raríssima doença congênita e degenerativa, causada por falhas no cromossomo X.

Foi formulado por Augusto e Michaela Odone, pais de Lorenzo Odone — por isso o nome — um garoto que sofria dessa degenerescência, e hoje é considerado um dos mais eficientes meios de tratamento da ALD.[2]

O óleo atua interrompendo a síntese dos ácidos graxos, estagnando a evolução de algumas doenças desmielinizantes (que destroem a bainha de mielina), como a ALD.[3] Existem muitas controvérsias sobre seu real benefício, e sua eficácia ainda está sendo avaliada.

A história de Lorenzo e a descoberta do remédio serviram de inspiração aos roteiristas de Lorenzo's Oil (1992).[2] Lorenzo Odone morreu aos 30 anos, em 30 de maio de 2008, um dia depois de fazer trinta anos, por causa de uma pneumonia.[2] Ele viveu 20 anos a mais que os médicos previram.[2]

Augusto Odone, pai de Lorenzo, fundou ainda o "The Myelin Project" (Projeto Mielina), criado em 1989 para encontrar a cura para doenças desmielinizantes, como a adrenoleucodistrofia.[4] Por sua imensa contribuição à ciência e à medicina, recebeu o título de Doutor honorário. Augusto Odone faleceu em 24 de outubro de 2013.[5]

Michaela Odone[editar | editar código-fonte]

Michaela Odone morreu em Fairfax,[6] VA, em 12 de junho de 2000, aos 61 anos, de câncer no pulmão.

Tornou-se conhecida por ser a mãe de Lorenzo Odone e co-criadora, com seu marido Augusto, do que ficou conhecido como óleo de Lorenzo, medicamento capaz de tratar a rara doença degenerativa que acometia seu filho.[7]

Referências

  1. Shankar Vedantam. «A Real-Life Sequel to 'Lorenzo's Oil' - washingtonpost.com». Washington Post 2007-01-28. pp. A01. Consultado em 10 de dezembro de 2007  line feed character character in |publicado= at position 16 (ajuda)
  2. a b c d Christina Odone, The Guardian, Lorenzo Odone - Spirited as a child, he developed ALD and became the inspiration behind Lorenzo's oil, artigo de 4 de junho de 2008, escrito pela irmã do Lorenzo [em linha]
  3. Óleo de Lorenzo [em linha]
  4. O Projeto Mielina: Visão Geral [1] Arquivado em 19 de setembro de 2011, no Wayback Machine.
  5. O ÓLEO DE LORENZO - Publicado em: 14/02/2007, por Heloisa Sobreiro de Araújo[2] Arquivado em 10 de janeiro de 2010, no Wayback Machine.
  6. Obituário de Micaela Odone no NY Times
  7. Obituário de Micaela Odone no NY Times
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.