Baía de Curio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Baía de Curio
Árvore petrificada na Baía de Curio.

A baía de Curio (em inglês: Curio Bay) é uma baía localizada perto de Slope Point, o ponto mais meridional da Ilha Sul da Nova Zelândia.[1] A baía de Curio é conhecida pelo seu bosque petrificado de mais de 180 milhões de anos. Nela reside uma colónia de pinguins-de-olho-amarelo que é uma das maiores atrações da região denominada The Catlins, e é ainda local de residência de golfinhos-de-hector e baleias-francas-austrais.

Os troncos petrificados, de antigas coníferas, relacionadas com as modernas agathis (kauri) e araucárias, foram cobertos por cinzas vulcânicas que pouco a pouco foram sendo substituídas por sílica até produzir os fósseis que foram depois postos a descoberto pelo mar.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Buckingham, R., e Hall-Jones, J. (1985). The Catlins. Invercargill: Department of Conservation. ISBN 0-477-05758-6.
  • Peat, N. (1998). The Catlins and the Southern Scenic Route. Dunedin: University of Otago Press. ISBN 1-877133-42-6.

Referências

  1. R. Buckingham e J. Hall-Jones. 1985