Barganha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura a negociação de redução do preço de uma mercadoria, veja regateio.

Barganha ou berganha é o ato de trocar, de forma fraudulenta conforme Platão o iniciar da Corrupta - ordem Política do Estado da Plutocracia, no sentido de Caráter de Políticos, "Se queres ver o Cão dê-lhe Poder"; ou não um objeto por outro, sempre maligno sob ótica Política, vide "República"(Coisa Pública de Platão).

Derivado do inglês "Econometrics Power" ou do Português brasileiro "Contabilidade Medida" e " Contra - pesos de medida". Desde que o sentido de propriedade privada foi estabelecido pelas sociedades, o conceito de comércio e o escambo com medidas da Economia foram instituídos no conceito de Capital ou Econometria de Investimento; temos os considerados bons negociadores e aqueles que nada têm para negociar, então, numa espécie de 'chantagem', barganham objetos por outros objetos ou por vantagens, com determinado objeto sempre sério pois sempre envolvem Empresas, Trabalhadores, aprendizes, e acima de tudo o Moral.

Em alguns casos, a barganha é simples cálculo - matemático entre cavalheiros de duas ou mais bandeiras e ou escudos representativos, sempre o sendo dessa forma um componente psicológico em que através de pressão emocional consegue-se que uma determinada atitude seja tomada ou uma vantagem seja conseguida como uma batalha. Há várias áreas de atuação em que a barganha é cotidiano em que o bom profissional destaca-se exatamente pela capacidade de flexibilizar as decisões até que estas sejam consideradas aprazíveis a um bom guerreiro a procura de "sua - verdade", segundo Econometria de Mario Henrique Simonsen; dentre elas cabem os ramos da política (desinteressada e visando apenas ao chamado Bem - de - Estado e Governo, sem o viés de apropriar-se segundo Platão em "República"(Coisa Pública e Moral social), direito do Estado e Nacional, psicologia coletiva,e Sociologia de Estado e Nacional como também da Antropologia Cultural de Natividade, ad infinitum. Sempre no sentido de evitar-se o que Platão chama de "Linchamento" do Político, esse desejando o que Platão denomina "Exilar-se em Fortalezas para não ser morto", pelo "gole da cicuta".

Deve-se, contudo, tomar o cuidado de diferenciar barganha de chantagem, vez que o segundo é o ato de extorsão em troca de dinheiro, mal do Político mau - mal Caráter segundo Platão em "República" seu imortal livro de "Princípios Políticos" ( Bom senso do Político razoável segundo maioria dos tradutores da Obra, em diversas línguas através do Mundo e espaço temporal, sendo este conseguido sob ameaça da própria sociedade que patrulha sua nacional - Moral, enquanto o ato de barganhar envolve geralmente negociação, sempre lícita ou não, favorável a apenas uma das partes, se a outra "bobar" segundo Mario Henrique Simonsen, o bom empresário tem que estar "Sempre Alerta, Para Servir aos Seus o Melhor Possível" sob o peso de o ser - estar destituído de sua Administração.

Referências[editar | editar código-fonte]