Barragem da Caniçada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Barragem da Caniçada
Barragem da Caniçada (1).jpg
Localização
Município Terras de Bouro e Vieira do Minho, Distrito de Braga
Bacia hidrográfica Cávado
Rio Rio Cávado
Coordenadas 41°39'N, 8°14'W
Dados gerais
Operador Energias de Portugal
Uso Energia
Data de inauguração 1955
Características
Tipo Betão, Barragem em arco
Altura 76 m
Cota de coroamento 163,0 m
Fundação Granito
Capacidade de geração 62 megawatt
Dados da albufeira
Capacidade total 176.000.000
Capacidade útil 153.000.000
Pleno armazenamento 162,0 m
Albufeira da Barragem da Caniçada

A Barragem da Caniçada está localizada nos concelhos de Terras de Bouro e de Vieira do Minho, na bacia hidrográfica do rio Cávado, no norte de Portugal. A sua construção foi concluída em 1955.

Barragem[editar | editar código-fonte]

É uma barragem em arco em betão com uma altura de 76 m acima da fundação e um comprimento de coroamento de 246 m. O volume de betão é de 90.000 m³. Possui uma capacidade de descarga máxima de 142 (descarga de fundo) + 1700 (descarregador de cheias) m³/s.[1]

Albufeira[editar | editar código-fonte]

A albufeira da barragem apresenta uma superfície inundável ao NPA (Nível Pleno de Armazenamento) de 6,89 (5,78)[2] km² e tem uma capacidade total de 170,6 Mio. m³. A capacidade útil é de 159,3 (144[3] o 144,4[4]) Mio. m³. As cotas de água na albufeira são: NPA de 162 metros.[1]

Central hidroeléctrica[editar | editar código-fonte]

A central hidroeléctrica é constituída por dois grupos Francis com uma potência total instalada de 60 (o 62)[2][4] MW. A energia produzida em média por ano é de 346 (283,[3] 337,4[4] o 345[2]) MW.[1]

A potência nominal da turbina é de 31 MW, a potência aparente nominal do alternador é de 34 MVA. A queda bruta mínima é de 77 m e a queda bruta máxima 121 m. O caudal máximo turbinável é de 34 m³/s.[4]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Comissão Nacional Portuguesa das Grandes Barragens. «BARRAGEM DA CANIÇADA». Consultado em 4 de Janeiro de 2015 
  2. a b c EDP. «DECLARAÇÃO AMBIENTAL 2012» (PDF). pp. 23 (21). Consultado em 4 de Janeiro de 2015 
  3. a b Rede Eléctrica Nacional, S.A. (REN). «Hidroelectricidade em Portugal memória e desafio» (PDF). pp. 29 (27). Consultado em 4 de Janeiro de 2015 
  4. a b c d EDP. «Caniçada Informação Técnica». Consultado em 4 de Janeiro de 2015