Açude Pau dos Ferros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Barragem de Pau dos Ferros)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vista parcial da barragem em 2011, com destaque para o píer de Pau dos Ferros, responsável pela captação da água da barragem

O Açude Pau dos Ferros, oficialmente Açude Público Dr. Pedro Diógenes Fernandes, é um reservatório localizado em Pau dos Ferros, município brasileiro no interior do estado do Rio Grande do Norte. Situado na bacia hidrográfica do Rio Apodi-Mossoró, a seis quilômetros do centro da cidade, é o sétimo maior reservatório do Rio Grande do Norte, com capacidade para 54,846 milhões de metros cúbicos de água.[1]

Foi construído pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), na gestão do prefeito Pedro Diógenes Fernandes, entre os anos de 1965 a 1967, ano de sua inauguração, atingindo sua capacidade máxima pela primeira vez em 18 de março de 1968. Sua parede tem 500 metros de comprimento e o sangradouro 240 metros de largura, sendo que sua bacia hidrográfica cobre uma área de 2 050 quilômetros quadrados. A precipitação média anual é de cerca de 800 milímetros.[2][3][4][5]

Com a seca mais intensa das últimas décadas que atinge a região desde 2012, o volume do açude caiu drasticamente e hoje o reservatório encontra-se completamente seco.[6] Sendo assim, o abastecimento de água de Pau dos Ferros passou a realizado em rodízio,[7] através de uma adutora de engate rápido que transporta água vinda da barragem Santa Cruz, em Apodi.[8][9]

Referências

  1. «Situação Volumétrica - Todo o Estado». Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos. Consultado em 7 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 28 de maio de 2014 
  2. SILVA, Edivan. «História do Município». Consultado em 12 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2010 
  3. «CARACTERIZAÇÃO FÍSICA - GEOGRAFIA». Prefeitura Municipal de Pau dos Ferros, Rio Grande do Norte. Consultado em 12 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 12 de abril de 2008 
  4. «Ficha Técnica do Reservatório Pau dos Ferros». Consultado em 12 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2014 
  5. SOUZA NETO, Manoel Cavalcante de (2013). Pau dos Ferros à sombra da oiticica. [S.l.]: Offset Editora. 142 páginas. ISBN 978-85-65739-49-8 
  6. «Caminhões-pipa pegam água em Apodi e Vera Cruz para abastecer 17 cidades em colapso». Mossoró Hoje. 2 de junho de 2017. Consultado em 25 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2017 
  7. «Caern divulga calendário de rodízio de abastecimento em cidades do RN». G1. 29 de maio de 2015. Consultado em 25 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2017 
  8. «Onde precisa chover para encher grandes açudes do RN». Tribuna do Norte. 18 de fevereiro de 2017. Consultado em 25 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 13 de agosto de 2017 
  9. Ana Luiza Cardoso (4 de março de 2015). «Engenheiros da Compesa visitam adutora de Engate Rápido de Pau dos Ferros». Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária (IDIARN). Consultado em 25 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 13 de agosto de 2017