Casa de Cultura Popular Joaquim Correia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Atual prédio da Casa de Cultura Popular Joaquim Correia.

A Casa de Cultura Popular Joaquim Correia é um prédio histórico e importante atrativo turístico de Pau dos Ferros, município no interior do estado do Rio Grande do Norte, Brasil.

Criada como "Grupo Escolar Joaquim Correia", através do decreto estadual 234 de 10 de novembro de 1910, foi a primeira escola pública do município de Pau dos Ferros, cuja construção foi iniciada em 1908 e concluída em 1911, sendo inaugurada em 25 de novembro daquele ano, tendo como primeiro diretor Orlando Correia e as senhoras Idalina Gurjão e Maria Luíza como suas primeiras professoras. O nome é uma homenagem ao martinense Joaquim José Correia, idealizador do Açude 25 de Março e fundador do grupo escolar.[1] Na década de 1980, abrigou o Câmpus Avançado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e foi posteriormente transformado em centro cultural.[2]

Localizado em frente à Praça Monsenhor Caminha (Praça da Matriz), na região central da cidade, o prédio foi recentemente reformado e reinaugurado em 12 de junho de 2015 com a nova denominação "Casa de Cultura Popular Joaquim Correia". Desde então, abriga a Biblioteca Manoel Jácome de Lima e a sede da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SECULT).[3]

Referências

  1. «Joaquim José Correia: Vida, obra e memória». Consultado em 2 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2015 
  2. José Edmilson de Holanda. Pau dos Ferros: crônicas, fatos e pessoas: volume II. Natal: Gráfica Vital, 2011. 176 p.
  3. «Município inaugura Casa de Cultura Popular Joaquim Correia». Prefeitura Municipal de Pau dos Ferros. 11 de junho de 2015. Consultado em 2 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2015