Casa de Cultura Popular Joaquim Correia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Atual prédio da Casa de Cultura Popular Joaquim Correia.

A Casa de Cultura Popular Joaquim Correia é um prédio histórico e importante atrativo turístico de Pau dos Ferros, município no interior do estado do Rio Grande do Norte, Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Criada como "Grupo Escolar Joaquim Correia", através do decreto estadual 234 de 10 de novembro de 1910, foi a primeira escola pública do município de Pau dos Ferros, cuja construção foi iniciada em 1908 e concluída em 1911, sendo inaugurada em 25 de novembro daquele ano, tendo como primeiro diretor Orlando Correia e as senhoras Idalina Gurjão e Maria Luíza como suas primeiras professoras. O nome é uma homenagem ao martinense Joaquim José Correia, idealizador do Açude 25 de Março e fundador do grupo escolar.[1] Na década de 1980, abrigou o Câmpus Avançado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e foi posteriormente transformado em centro cultural.[2]

Localizado em frente à Praça Monsenhor Caminha (Praça da Matriz), na região central da cidade, o prédio foi recentemente reformado e reinaugurado em 12 de junho de 2015 com a nova denominação "Casa de Cultura Popular Joaquim Correia". Desde então, abriga a Biblioteca Manoel Jácome de Lima e a sede da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SECULT).[3]

Referências

  1. «Joaquim José Correia: Vida, obra e memória». Consultado em 2 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2015 
  2. José Edmilson de Holanda. Pau dos Ferros: crônicas, fatos e pessoas: volume II. Natal: Gráfica Vital, 2011. 176 p.
  3. «Município inaugura Casa de Cultura Popular Joaquim Correia». Prefeitura Municipal de Pau dos Ferros. 11 de junho de 2015. Consultado em 2 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2015