Batalha de Alfambra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batalha de Alfambra
Parte da Guerra Civil Espanhola
Data 5 - 8 de fevereiro de 1938
Local Teruel, Aragão, Espanha
Desfecho Vitória Nacionalista[1]
Beligerantes
Segunda República Espanhola República Espanhola Espanha Franquista Espanha Nacionalista
 Itália
 Alemanha
Comandantes
Segunda República Espanhola General Juan Hernández Saravia[2]
Segunda República Espanhola José del Barrio Navarro
Espanha Franquista Rafael García Valiño
Espanha Franquista Coronel Juan Yagüe
Espanha Franquista General Antonio Aranda
Espanha Franquista José Monasterio
Espanha Franquista General Juan Vigón
Forças
Menos de 50.000
120 caças[3]
80 bombardeiros[3]
100.000
500 canhões[4]
150 caças[3]
100 bombardeiros[3]
Baixas
20.000[4] - 22.000

A Batalha de Alfambra ocorreu perto Alfambra entre 5 e 8 de fevereiro de 1938, durante a Guerra Civil Espanhola. Esta batalha foi parte da batalha de Teruel. Depois, a conquista da cidade pelo exército republicano, os nacionalistas começaram uma contra-ofensiva, a fim de reocupar Teruel. Em 5 de Fevereiro uma enorme força nacionalista quebrou as linhas republicanas, no norte do Teruel perto do rio Alfambra, capturando 7.000 prisioneiros e ameaçando as forças republicanas em Teruel.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Após a conquista de Teruel pelo exército republicano em 7 de janeiro, os nacionalistas começaram uma ofensiva a fim de conquistar o terreno elevado em torno de Teruel em 17 de janeiro e ocupadas as alturas de La Muela, no entanto as tropas republicanas lideradas por Hernandez Saravia e apoiadas pelas Brigadas Internacionais,[4] parou a ofensiva nacionalista em 27 de janeiro.[2] Em seguida, os nacionalistas concentraram um exército de 100.000 homens e 500 canhões na Serra de Palomera no norte de Teruel, liderada pelo general Juan Vigon, com três corpos do exército (Aranda’s Galicia corps, Yague’s Morocco corps e o Garcia Valiño’s Navarre Corp), o italiano CTV e divisão de cavalaria do Monasterio.[4] Por outro lado, as defesas republicanos nesta parte da frente eram fracas, devido a maior parte das tropas republicanas estarem concentradas na cidade de Teruel[2] e as tropas republicanas nesta parte da frente nunca tinha partecipado de uma ação.[4] O exército republicano era o XIIIº corpo do exército.

Batalha de Alfambra[editar | editar código-fonte]

Em 5 de fevereiro, os nacionalistas lançaram uma grande ofensiva em direção ao rio Alfambra, ao longo de uma frente de 30 quilômetros. O ataque começou com uma enorme carga de cavalaria da divisão Monasterio, a última grande investida montada na Europa Ocidental[2] Os três corpos de exército nacionalistas, quebraram as linhas republicanas e avançaram rapidamente em direção ao rio Alfambra. As forças republicanas foram cercados pelos nacionalistas ou fugiram em desordem.[2] Até o 7 de fevereiro os nacionalistas conquistaram 1,300 km² e grandes quantidades de material (armas, munições e ambulâncias),[2] e os aviões (doze somente no dia 7 de fevereiro).[5] No total os republicanos tinham sofrido de 20.000[4] - 22.000 vítimas, incluindo 7.000 prisioneiros.[2]

Conseguencias[editar | editar código-fonte]

Em 20 de fevereiro as comunicações republicanas para Valencia a partir Teruel foram ameaçadas pelos nacionalistas e Hernandez Saravia deu ordens para a retirada da cidade,[2] posteriormente os republicanos conseguiram formar uma linha de defesa ao longo da margem direita do Alfambra em 25 de fevereiro.[5]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Beevor, Antony. The Battle for Spain. The Spanish Civil War. Penguin Books. London. 2006. pages 347 and 429
  2. a b c d e f g h Thomas, Hugh. The Spanish Civil War. Penguin Books. 2001. Londres. pag.772
  3. a b c d Thomas, Hugh. The Spanish Civil War. Penguin Books. 2001. London. p.773
  4. a b c d e f Beevor, Antony. The Battle for Spain. The Spanish Civil War, 1936-1939. Penguin Books. 2006. London. p.321
  5. a b Beevor, Antony. The Battle for Spain. The Spanish Civil War, 1936-1939. Penguin Books. 2006. London. p.322

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Alfambra