Batalha de Pastrengo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Pastrengo
Parte da Primeira Guerra de Independência Italiana
Patria Esercito Re p051.jpg
Data 30 de abril de 1848[1]
Local Pastrengo, Lombardo-Vêneto
Desfecho Vitória de Sardenha[2]
Combatentes
Flag of the Kingdom of Sardinia (1848-1851).svg Sardenha Império Austríaco Império Austríaco
Comandantes
Flag of the Kingdom of Sardinia (1848-1851).svg Rei Carlos Alberto
Flag of the Kingdom of Sardinia (1848-1851).svg General Broglia
[3] [4] [5] [6]
Império Austríaco Marshal Wocher
Império Austríaco Hauptmann Nagel 
[5] [6] [7]
Forças
25.000 - 30.000 homens
[5] [6]
apenas 13.700 engajados
[8]
5.900 homens[6] [8]
Bem entrincheirados[5]
Baixas
15 mortos[8] [9]
90 feridos[8] [9]
25 mortos[7] [8]
147 feridos[7] [8]
341 capturados[7] [8]
42 desaparecidos[7]

A Batalha de Pastrengo foi travada entre o exército de Sardenha e do Império Austríaco em 30 de abril de 1848, no decorrer da Primeira Guerra de Independência Italiana.

Princípio[editar | editar código-fonte]

As tropas do Reino da Sardenha formadas com voluntários na região do norte da Itália.[6] Entre as tropas em Pastrengo, não foram registrados, 1.000 voluntários de Parma, 150 voluntários de Placência e 400 estudantes de Pavia e Turim.[5]

A batalha[editar | editar código-fonte]

Como documentado pelo New monthly magazine: Vol. 83, 1848:[10]

"No dia 30 de abril, o que é chamado no boletim emitido a partir do quartel-general do exército de Sardenha", a primeira luta entre os dois exércitos da Itália, "foi travada. O fim proposto era ocupar Bussolengo, Pastrengo e Piovezzana, e tentar forçar pelo Rio Ádige. o caso começou às onze e meia, somente as tropas italianas conseguiram conduzir os austríacos a partir de todas as posições que ocupavam na Pastrengo, e em ganhar as alturas que comandam o Rio Ádige."

Resultado[editar | editar código-fonte]

Como documentado pelo New monthly magazine: Vol. 83, 1848:[10]

"Durante a noite do dia 30, Bussolengo foi tomada pelo Sardinians, e a passagem do Rio Ádige realizada em Pontone."

Referências

  1. Young, Francis (1864). Garibaldi: his life and times (London [s.n.]). 
  2. Hamilton Sears, Edmund (1900). An outline of political growth in the nineteenth century (New York [s.n.]). 
  3. Gallenga, Antonio Carlo Napoleone (1851). Italy in 1848 (London [s.n.]). 
  4. Houses of Parliament by Command of Her Majesty (1849). Correspondence respecting the affairs of Italy: Part II (London [s.n.]). 
  5. a b c d e Meyer-Ott, Wilhelm (1848). Die kriegerischen Ereignisse in Italien im Jahre 1848[-1849] (Zurich [s.n.]). 
  6. a b c d e Freiherr von Schönhals, Karl (1852). Errinerungen (Stuttgart [s.n.]). 
  7. a b c d e Aus der Kaiserlich-Königlichen Hof- und Staatsdruckerei (1851). Der Feldzug Der Oesterreichischen Armee In Italien Im Jahre 1848 (Vienna [s.n.]). 
  8. a b c d e f g Berkeley, George Fitz-Hardinge (1940). Italy in the Making January 1st 1848 to November 16th 1848 (Cambridge University Press [s.n.]). 
  9. a b Fabris, Cecilio (1898). Gli avvenimenti militari del 1848 e 1849 (Turin [s.n.]). 
  10. a b Campbell, Thomas (1848). New monthly magazine: Vol. 83 (London [s.n.]).