Batalha de Washington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batalha de Washington
Guerra anglo-americana de 1812
BurningofWashington1814.jpg
A queima de Washington em 1814
Data 24 de agosto de 1814
Local Washington, D.C., Estados Unidos
Desfecho Vitória britânica
  • Boa parte dos prédios públicos e instalações navais de Washington destruídos;
Beligerantes
Reino Unido Reino Unido Flag of the United States (1795–1818).svg Estados Unidos
Comandantes
Flag of the United Kingdom.svg Robert Ross
Flag of the United Kingdom.svg George Cockburn
Flag of the United States (1795–1818).svg Philip Stuart
Forças
4 250 soldados 7 640 soldados
Baixas
1 morto em combate

30 mortos em acidentes
Desconhecido

A Batalha de Washington (também conhecido como A queima de Washington) de 1814 foi um importante confronto militar travado durante a Guerra de 1812 entre o Reino Unido e os Estados Unidos.[1]

A 24 de agosto de 1814, após ter derrotado uma tropa americana em Bladensburg (no estado de Maryland), as forças britânicas, sob comando do major-general Robert Ross, ocuparam Washington, D.C. (a capital dos Estados Unidos) e então incendiaram vários prédios públicos, incluindo a Casa Branca (conhecida na época apenas como Mansão Presidencial) e o Capitólio, além de outras instalações das forças armadas e do governo federal americano.[2]

As ações britânicas nesta batalha foram uma retaliação pelas investidas americanas em Port Dover e pela derrota inglesa sofrida na batalha de York. Esta foi a primeira vez que a capital americana, Washington, D.C., foi ocupada por uma força estrangeira.[3]

A queima de boa parte dos edifícios públicos em Washington não teve um valor estratégico prático e foi criticada por americanos e até por britânicos como desnecessário. Muitos ingleses na época defenderam essas ações como parte de uma retaliação pelas incursões estadunidenses no Canadá, que também causou danos. A tomada da capital americana, contudo, não se provou significativa para o curso da guerra, que terminou em um impasse estratégico. Cinco anos mais tarde, precisamente em meados de 1819, Washington já havia sido reconstruída e restaurada.[4]

Referências

  1. Gleig, George Robert (1827). The Campaigns of the British Army at Washington and New Orleans, 1814-1815. Londres: J. Murray. ISBN 0-665-45385-X 
  2. «The White House at War: The White House Burns: The War of 1812». White House Historical Association. Consultado em 28 de julho de 2015. 
  3. Elting, John R. (1995). Amateurs to Arms! A Military History of the War of 1812. New York: Da Capo Press. p. 220. ISBN 0-306-80653-3 
  4. Hickey, Donald R. (1989). The War of 1812, A Forgotten Conflict. Chicago: University of Illinois Press, Chicago & Urbana. ISBN 0-252-01613-0.
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.