Batalha de Washington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Batalha de Washington
Guerra anglo-americana de 1812
British Burning Washington.jpg
A queima de Washington, por Paul de Thoyras
Data 24 de agosto de 1814
Local Washington, D.C., Estados Unidos
Desfecho Vitória britânica
  • Boa parte dos prédios públicos e instalações navais de Washington destruídos;
Beligerantes
Reino Unido Reino Unido Star-Spangled Banner flag.svg Estados Unidos
Comandantes
Flag of the United Kingdom.svg Robert Ross
Flag of the United Kingdom.svg George Cockburn
Star-Spangled Banner flag.svg Philip Stuart
Forças
4 250 soldados 7 640 soldados
Baixas
1 morto em combate

30 mortos em acidentes
Desconhecido

A Batalha de Washington (também conhecido como A queima de Washington) de 1814 foi um importante confronto militar travado durante a Guerra de 1812 entre o Reino Unido e os Estados Unidos.[1]

A 24 de agosto de 1814, após ter derrotado uma tropa americana em Bladensburg (no estado de Maryland), as forças britânicas, sob comando do major-general Robert Ross, ocuparam Washington, D.C. (a capital dos Estados Unidos) e então incendiaram vários prédios públicos,[2] incluindo a Casa Branca (conhecida na época apenas como Mansão Presidencial) e o Capitólio, além de outras instalações das forças armadas e do governo federal americano.[3]

As ações britânicas nesta batalha foram uma retaliação pelas investidas americanas em Port Dover e pela derrota inglesa sofrida na batalha de York. Esta foi a primeira vez que a capital americana, Washington, D.C., foi ocupada por uma força estrangeira.[4]

A queima de boa parte dos edifícios públicos em Washington não teve um valor estratégico prático e foi criticada por americanos e até por britânicos como desnecessária. Muitos ingleses na época defenderam essas ações como parte de uma retaliação pelas incursões estadunidenses no Canadá, que também causaram danos. A tomada da capital americana, contudo, não se provou significativa para o curso da guerra, que terminou em um impasse estratégico. Cinco anos mais tarde, em meados de 1819, Washington já havia sido reconstruída e restaurada.[5]

Referências

  1. Gleig, George Robert (1827). The Campaigns of the British Army at Washington and New Orleans, 1814-1815. Londres: J. Murray. ISBN 0-665-45385-X 
  2. «Burning of Wasington, D.C.». www.mywarof1812.com (em inglês). Consultado em 10 de outubro de 2020 
  3. «The White House at War: The White House Burns: The War of 1812». White House Historical Association. Consultado em 28 de julho de 2015 
  4. Elting, John R. (1995). Amateurs to Arms! A Military History of the War of 1812. New York: Da Capo Press. p. 220. ISBN 0-306-80653-3 
  5. Hickey, Donald R. (1989). The War of 1812, A Forgotten Conflict. Chicago: University of Illinois Press, Chicago & Urbana. ISBN 0-252-01613-0.
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.