Batuta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com baqueta.
Batuta
Sir Simon Rattle famoso regente, utilizando a batuta.

A batuta (do italiano battuta, "batida" ou "compasso") é um bastão delgado aliado a uma base arredondada, chamada pera, em geral de madeira leve, plástico ou fibra de vidro, com que os maestros regem as orquestras, bandas, coros, etc.

Passou a ser adotada originalmente na Europa da Idade Moderna para marcar o ritmo da música e certas alterações no plano agógico musical. Antes disso, os maestros batiam pesadas varas no chão (barretes).

Maestros como Leopold Stokowski (1882-1977), Kurt Masur (1927-2015) e Pierre Boulez (1925-2016), entre outros, notabilizaram-se por regerem sem batuta.[1]

Referências

  1. The Art of Conducting Technique: A New Perspective. Autor: Harold Farberman. Alfred Music, 1999, pág. 21, (em inglês) ISBN 9781457460326 Adicionado em 16/07/2018.
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.