Bem-casado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o arbusto, veja Coroa-de-cristo.


Bem-casado
Bem-casados
Categoria Sobremesa
País Portugal, Brasil
Receitas: Bem-casado   Multimédia: Bem-casado

Casadinho (português europeu) ou bem-casado (português brasileiro) é um doce popular em Portugal e no Brasil, principalmente nas festas de casamento[1]. Além do sabor bastante doce, destaca-se pela atenção dada à elaboração das embalagens com que são produzidos, feitas geralmente de papel crepom e fitas de cetim.

Simbologia[editar | editar código-fonte]

Dizem que o bem-casado é servido no final das festas de casamento para trazer sorte e prosperidade aos noivos recém casados. Simbolizando assim a união e o compromisso mútuo e para sempre entre os pares.

Características do bem-casado[editar | editar código-fonte]

O bem-casado é um doce bastante peculiar. A massa é muito macia, o recheio é normalmente de doce de leite ou baba de moça. Após longos anos este doce acabou se tornando algo tradicional nas festas de casamento.

Origem[editar | editar código-fonte]

O bem casado é um doce lusitano que espalhou-se também para o Brasil desde ao menos o início do século 20, sendo comum nos dois países até os tempos atuais.[2] A diferença básica entre o casadinho português e o bem-casado brasileiro é a textura da receita portuguesa, mais densa. Ambos são descendentes indiretos do multicentenário alfajor árabe. Sua aparência lembra muito o Macarons um bolinho recheado francês.

Ingredientes[editar | editar código-fonte]

  • 5 ovos
  • 5 colheres de sopa de açúcar
  • 1 colher de café de fermento em pó
  • 10 Colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1/2 quilo de baba de moça ou doce de leite.

Calda[editar | editar código-fonte]

  • 300 gramas de açúcar de confeiteiro
  • 75 ml de água morna

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.