Bento Antas da Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bento Antas da Cruz
Nascimento 3 de maio de 1876
Barcelos
Morte 13 de novembro de 1949 (73 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação historiador

Bento António Antas da Cruz (Barcelinhos, 3 de maio de 1876 - 13 de novembro de 1949) foi um historiador e poeta português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural de Barcelinhos, freguesia do concelho de Barcelos, dedicou-se à história da sua terra e região, incluindo Esposende e Famalicão.

Colaborou em prosa e verso em diversos jornais da época, como: Folha da Manhã, Gaita, Comércio de Barcelos, A Fé, A Mocidade, O Sorriso, Barcelos-Revista, Acção Social[1], A Verdade, A Opinião, Tudo-Nada, O Esposendense, O Cávado, A Raquete, O Popular, de Braga, A Voz de Barcelinhos, O Barcelense, entre outros.

Foi diretor e articulista do jornal O Farolim[2].

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Ensaio para os Anais do Município de Barcelos. Barcelos: Companhia Editora do Minho, 1932.[3]

Referências

  1. Referência em Publicações Periódicas Existentes na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra.
  2. Referência em Publicações Periódicas Existentes na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, vol. 2.
  3. Referência no Catálogo da Biblioteca Nacional de Portugal.