Bernardo Souto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Bernardo Valois Souto, mais conhecido como Bernardo Souto (Recife, 17 de setembro de 1982), é um poeta,[1][2][3] crítico literário,[1][2][4] professor de literatura[2][5] e tradutor[3] brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A estreia de Bernardo Souto como escritor ocorreu em 2010, com a publicação de Elogio do silêncio[6] — livro de versos influenciado pela poesia do Extremo Oriente.[7] Em 2011, dedicou uma dissertação de mestrado[8] à obra poética e ensaística de Manuel Bandeira.[8]

No início de 2020, recebeu o Prêmio Edir Domingues [9] de Poesia, concedido uma vez por ano pela Academia Pernambucana de Letras. A Aridez das Horas e outros poemas (ViV, 2020) foi a obra premiada[10] pela APL.[11] Desde 2010, vem publicando poemas em diversas revistas literárias.[12][13][14][3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • A Aridez das Horas e outros poemas. 1. ed. Rio de Janeiro: ViV, 2020. v. 100. 88p .
  • O Corvo e o Colibri. 1ª. ed. Itabuna: Mondrongo, 2015. v. 100. 99p .
  • O canto da esfinge. 1ª. ed. Recife: Tarcísio Pereira Editor, 2013. v. 500. 116p . (Organizador e prefaciador.)
  • Teatro de sombras. 1ª. ed. Recife: Edições moinhos de vento & Bernardo Souto, 2011. v. 70. 31p .
  • Elogio do silêncio. 1ª. ed. Recife: Edições bagaço, 2010. v. 100. 71p .

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Da mise em abyme à estilização paródica: uma análise da narrativa A Aproximação a Almotásim de Jorge Luis Borges. Zunái: Revista de Poesia & Debates , v. 22, p. 1-4, 2011.
  • A Tradução da Tradição na Lírica de Manuel Bandeira. 2009.
  • Taiguara Fernandes . Arte ou Desastre 2012.
  • 'Uns'/ Bernardo Souto 2011 (poesia lírica).
  • Bernardo Souto 2011 (poesia lírica).
  • poema 'METRIC FIGURE', de William Carlos Williams, 2011. (Tradução).
  • A fundação do ser mediante a poesia, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)
  • Sombra, esse pássaro que nunca é o mesmo 2009 (poesia lírica).

Referências

  1. a b https://www.jornalopcao.com.br/opcao-cultural/destarte/catolicos-poetas-do-brasil-1-119767/
  2. a b c http://www.cultura.pe.gov.br/canal/literatura/escritor-bernardo-souto-lanca-o-corvo-e-o-colibri-no-recife/
  3. a b c http://www.revistazunai.com/poemas/bernardo_souto.htm
  4. https://periodicos.ufpe.br/revistas/EUTOMIA/article/view/1241
  5. SOUTO, Bernardo. «Currículo Lattes». buscatextual.cnpq.br. Plataforma Lattes. Consultado em 1 de fevereiro de 2021 
  6. https://books.google.com.br/books/about/ELOGIO_DO_SILENCIO.html?id=TxUSRQAACAAJ&source=kp_book_description&redir_esc=y
  7. SOUTO, BERNARDO. ELOGIO DO SILENCIO. [S.l.]: BERNARDO SOUTO 
  8. a b Souto, Bernardo Valois (25 de março de 2011). «Da crítica de poesia à poesia crítica: uma leitura dialógica da obra de Manuel Bandeira». repositorio.ufpb.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2021 
  9. https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/viver/2020/01/academia-pernambucana-de-letras-divulga-vencedores-de-premiacao.html
  10. Herold, Valentine (16 de janeiro de 2020). «Academia Pernambucana de Letras divulga resultado do Concurso Literário». JC. Consultado em 1 de fevereiro de 2021 
  11. https://jc.ne10.uol.com.br/canal/cultura/literatura/noticia/2020/01/16/academia-pernambucana-de-letras-divulga-resultado-do-concurso-literario-397425.php
  12. «GERMINA - REVISTA DE LITERATURA & ARTE». www.germinaliteratura.com.br. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  13. Souto, Bernardo Valois (2011). «Poemas». Eutomia (07). ISSN 1982-6850. doi:10.19134/eutomia-v1i07p%p. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  14. «Portal Cultura PE». Consultado em 4 de fevereiro de 2021