Bertioga (corveta)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bertioga
Carreira   Bandeira da marinha que serviu
Operador Armada Imperial Brasileira
Comissionamento 1827
Descomissionamento 1854
Características gerais
Tipo de navio corveta
Comprimento 42,67 metros
Boca 8,83 metros
Pontal 4,57 metros
Propulsão Vela
Armamento 2 colubrinas de calibre 18
18 colubrinas de calibre 30

Bertioga foi uma corveta operada pela Armada Imperial Brasileira de 1827 a 1854.

História[editar | editar código-fonte]

Bertioga pertencia à Armada Portuguesa (ex-Aristides), sendo comprada pelo Brasil em 1827. Participou do último ano da Guerra da Cisplatina. Esteve em diversas estação navais ao longo da costa brasileira entre 1834 e 1847. No ano de 1851, participou da Guerra do Prata. Em 11 de outubro, fazia parte da esquadra brasileira que interceptou a tentativa de fuga do caudilho uruguaio Manuel Oribe. Em 1854, já em péssimo estado de conservação, foi dada a sua baixa. Ainda existia em 1880, ano que em foi enviada para desmanche.[1][2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «NGB - Corveta Bertioga». www.naval.com.br. Consultado em 14 de setembro de 2021 
  2. «Bertioga Corveta» (PDF). Marinha do Brasil. Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha. Consultado em 14 de setembro de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre a Marinha do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.