Betty Holberton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Betty Holberton
Conhecido(a) por ENIAC
Nascimento 7 de março de 1917
Filadélfia
Morte 8 de dezembro de 2001 (84 anos)
Rockville, Maryland
Nacionalidade Estados Unidos americana
Instituições Universidade da Pensilvânia
Campo(s) computação, programação

Frances Elizabeth "Betty" Holberton (Filadélfia, 7 de março de 1917Rockville, Maryland, 8 de dezembro de 2001) foi uma das seis programadoras originais do ENIAC, o primeiro computador eletrônico digital de propósito geral.

Educação[editar | editar código-fonte]

Nascida Frances Elizabeth Snyder, na Filadélfia, em 1917, em seu primeiro dia de aula na Universidade da Pensilvânia, seu professor de matemática perguntou o que ela estava fazendo naquela sala ao invés de estar em casa tento filhos[1]. Dessa forma, ela foi estudar jornalismo, o que a possibilitaria viajar.[2] Jornalismo era uma das poucas áreas abertas para mulheres nos anos 40.[1]

As programadoras Jean Bartik (esquerda) e Frances Spence (direita) operando o painel principal do ENIAC.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Betty Holberton (à direita) programando o ENIAC na Filadélfica(1940s/1950s)

Durante a Segunda Guerra Mundial, com tantos homens indo para o campo de batalha, o Exército precisava de mulheres para computar trajetórias balísticas. Betty foi então contratada pela Escola Moore de Engenharia, para trabalhar na área e logo ela foi escolhida para ser uma das seis mulheres que programariam o ENIAC. Tidas como "menos competentes", Betty, junto de Kay McNulty, Marlyn Wescoff, Ruth Lichterman, Betty Jean Jennings, e Fran Bilas, programaram o ENIAC para realizar cálculos, eletronicamente, sobre trajetórias balísticas, para o laboratório de pesquisa balística do Exército dos Estados Unidos. Seu trabalho no ENIAC deu a cada uma delas um lugar de honra no Hall Internacional da Fama de Mulheres na Tecnologia[3] No início, como o ENIAC era confidencial, elas tinham permissão para trabalhar apenas com diagramas e esquemas para programá-lo. O ENIAC foi revelado ao público em 15 de fevereiro de 1946, na Universidade da Pensilvânia[4][5].

Enquanto trabalhava no ENIAC, Betty teve várias ideias, especialmente à noite, o que virou uma piadinha entre as programadoras de que Betty resolvia vários problemas dormindo, enquanto outras pessoas faziam isso acordadas.[6]

Após a Segunda Guerra Mundial, Betty trabalhou para a Remington Rand e para o National Institute of Standards and Technology. Foi programadora-chefe do Laboratório de Matemática Aplicada do David Taylor Model Basin, em 1959, uma divisão naval do governo norte-americano em Bethesda, Maryland. Ajudou a desenvolver o UNIVAC, criando os painéis de controle, colocando o teclado numérico ao lado do teclado alfabético e convencendo os engenheiros a trocar a cor preta do UNIVAC para um tom cinza, meio bege, que se tornou a cor universal dos computadores.[7] Betty também escreveu o primeiro programa baseado em merge sort, ou ordenação por mistura e escreveu o primeiro pacote de análise estatística, que foi utilizado no censo norte-americano de 1950.

Em 1953, supervisionou a programação avançada do Laboratório de Matemática Avançada da Marinha, em Maryland, onde permaneceu até 1966.[8] Betty trabalhou com John Mauchly para desenvolver o conjunto de instruções C-10 para o BINAC, considerado o protótipo de todas as modernas linguagens de programação. Participou ainda do desenvolvimento dos primeiros padrões para as linguagens COBOL e FORTRAN com Grace Hopper.[9] Seu trabalho com o COBOL foi importante, mesmo após várias revisões, já que ele é utilizado ainda hoje.[10] Posteriormente, trabalhou para o National Institute of Standards and Technology, onde foi uma das principais revisoras dos padrões da linguagem FORTRAN ("FORTRAN 77" e "Fortran 90").

Falecimento[editar | editar código-fonte]

Betty faleceu em 8 de dezembro de 2001, em Rockville, Maryland, devido a complicações de um AVC sofrido alguns anos antes, problemas cardíacos e diabetes. [11][12] Betty Holberton deixou marido, John Vaughn Holberton, e duas filhas, Pamela e Priscilla.[13]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 1997, era a única do grupo original de seis mulheres programadoras do ENIAC a receber o Prêmio Augusta Ada Lovelace, a maior honraria da Associação de Mulheres na Computação.[3]

Ainda em 1997, ela recebeu o prêmio IEEE para pioneiras da ciência, da Associação IEEE, pelo desenvolvimento do merge sort, o que inspirou as primeiras ideias a respeito de compilação de dados e foi adicionada ao hall da fama da Associação Internacional Mulheres na Tecnologia, junto das outras três programadoras do ENIAC.[3]

Referências

  1. a b Recent Advances and Issues in Computers - Martin Gay - Google Books
  2. Betty Holberton Video | Interviews
  3. a b c ENIAC Programmers Project - Awards
  4. ENIAC Programmers Project - Overview
  5. On Computers: historical development of computers
  6. Lohr, Steve (17 de dezembro de 2001). «Frances E. Holberton, 84, Early Computer Programmer». NYTimes. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  7. Levy, Claudia (15 de dezembro de 2001). «Frances Holberton, 84; Pioneer Programmer of Early Computers». Los Angeles Times 
  8. Lohr, Steve. «Frances E. Holberton, 84, Early Computer Programmer». NYTimes. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  9. Fritz, W. Barkley (1996). «The Women of ENIAC» (PDF). IEEE Annals of the History of Computing. 8 (3): 17. doi:10.1109/85.511940 
  10. Lohr, Steve. «Frances E. Holberton, 84, Early Computer Programmer». NYTimes. Consultado em 16 de dezembro de 2014 
  11. Lohr, Steve (17 de dezembro de 2001). «Frances E. Holberton, 84, Early Computer Programmer». New York Times. Consultado em 7 de junho de 2008. Frances Elizabeth Holberton, one of the first computer programmers, whose contributions to software over the years ranged from an early data-sorting program to helping develop the business programming language Cobol, died on Dec. 8 at a nursing home in Rockville, Md. She was 84. 
  12. «Computer pioneer Betty Holberton dies at 84». Government Computer News. 7 de janeiro de 2002. Consultado em 7 de junho de 2008. Frances “Betty” Snyder Holberton, a pioneer in programming languages and other aspects of computing, died Dec. 8 in Rockville, Md. She was 84. 
  13. Lohr, Steve (17 de dezembro de 2001). «Frances E. Holberton, 84, Early Computer Programmer». NYTimes. Consultado em 16 de dezembro de 2014 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Stanley, Autumn (1933). «Chapter 5 Daughters of the Enchantress of Numbers and Grandma COBOL». Mothers and Daughters of Invention: Notes for a Revised History of Technology. [S.l.]: The Scarecrow Press Inc. p. 460. ISBN 0-8135-2197-1 
  • Ceruzzi, Paul E. (2003). «Chapter 3 The Early History of Software, 1952-1968». A History of Modern Computing. [S.l.]: MIT Press. pp. 89–90. ISBN 0-262-53203-4 
  • Norberg, Arthur (2002). «Part 4 Software as Labor Process». History of Computing - Software Issues. [S.l.]: Springer. p. 159. ISBN 3-540-42664-7 


Ver também[editar | editar código-fonte]