Bolota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bolotas de carvalho.
Quercus ithaburensis ssp.macrolepis

A bolota (do árabe ballūta) é um fruto produzido pela azinheira, pelo carvalho e pelo sobreiro, árvores da família do carvalho (género Quercus). O sobreiro e a azinheira existem em Portugal, em maior abundância no Alentejo.

Os porcos criados na região de Portugal onde existem sobreiros e azinheiras alimentam-se dessas bolotas que dão à sua carne um sabor especial. Esses porcos, de tamanho pequeno e patas de cor escura, são utilizados para se fazer um presunto muito apreciado. [1]

Culinária[editar | editar código-fonte]

Os lusitanos e outros povos pré-romanos da Península Ibérica obtinham farinha das bolotas com que faziam pão, o que ainda é feito no século XXI. [2] As bolotas também são usadas em algumas preparações culinárias típicas de Portugal. Hoje em dia as propriedades alimentícias e de cosmética das bolotas começam a ser valorizadas por cientistas de todo o mundo, gerando um potencial mercado para Portugal.[3]

Desde o período da Idade Média, certos aldeões das cidades mais remotas de Portugal utilizam o recheio de bolota triturada para curar doenças sexualmente transmissíveis, por exemplo: herpes, eczemas penianos...

Referências

  1. Lopez-Bote, C J Sustained utilization of the Iberian pig breed Disponível online em 18 de Outubro de 2003; Departamento de Produccio´n Animal, Facultad de Veterinaria, Universidad Complutense, Madrid, Spain
  2. Pão de bolota ou castanhas no site da Casa Real Portuguesa
  3. "A bolota mostra o seu poder". Publico. Visitado em 23.03.2015.
Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.