Botaurus stellaris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAbetouro-comum
Botaurus stellaris (Marek Szczepanek).jpg
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Pelecaniformes[1]
Ciconiiformes
Família: Ardeidae
Género: Botaurus
Espécie: B. stellaris
Nome binomial
Botaurus stellaris
(Linnaeus, 1758)

O abetouro (Botaurus stellaris) é uma ave da família Ardeidae (garças). É um dos maiores membros da sua família e caracteriza-se pela sua plumagem castanha e pelo seu comportamento críptico.

Distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

Esta espécie distribui-se principalmente pela Europa central e setentrional e pela Ásia. Em Portugal pode ser considerado um invernante raro.

Estas aves habitam em sapais, lagoas e canaviais, e são raramente avistadas.[2]

Conservação[editar | editar código-fonte]

Botaurus stellaris - MHNT

O Abetouro teve um grande declínio da sua população na Europa no começo do século XX. Umas das principais razões foi a drenagem dos solos, que levou à perda de habitat. A espécie esteve extinta no Reino Unido na época de 1885.

Em 2020, devido a várias ações de conservação da espécie, e após 200 anos, nasceram novas crias de Abetouro na Newport Wetlands National Nature Reserve, no País de Gales. Esta espécie encontra-se listada no Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal com o estatuto de Criticamente em Perigo.

Referências

  1. «Storks, ibis & herons». IOC World Bird List v 6.4 (em inglês). Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  2. «Após 200 anos, nascem novas crias de Abetouro no País de Gales» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Botaurus stellaris
Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado ao Projeto Aves, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.