Cabletren Bolivariano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cabletren Bolivariano
CableTren Bolivariano.jpg
Informações
Proprietário Metro de Caracas
Local  Caracas,  Venezuela
Tipo de transporte Transporte hectométrico
Número de linhas 1
Número de estações 5
Funcionamento
Início de funcionamento 14 de agosto de 2013[1]
Operadora(s) Compañía Anónima Metro de Caracas
Frequência 40s

O CableTren, oficialmente conhecido como Cabletren Bolivariano, é um sistema de Automated People Mover que forma parte do Metro de Caracas, foi construído pela construtura brasileira Norberto Odebrecht e a empresa austríaca Doppelmayr Cable Car.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O projeto foi proposto pela empresa Doppelmayr Cable Car ao Metro de Caracas em 2008 e aprovada[3] a implementação pelo Governo da Venezuela em julho do mesmo ano, implicou em uma adicional alteração de viagem no Metrô de Guarenas-Guatire, de modo que não se teve de recorrer a mais recursos, o trabalho iniciou-se em 2009.

Em 14 agosto de 2013, foi inaugurada pelo Presidente da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro, após uma série de testes.[4]

Descrição do transporte público[editar | editar código-fonte]

Um sistema de Transporte hectométrico, é caracterizado pela utilização de um cabo de tração que proporciona uma resistência longitudinal e suporte para mover o veículo. Tais sistemas são chamados de "Cabo Linear". O Cabletren bolivariano também introduz novas tecnologias destes veículos, tais como a operação de "fluxo contínuo", que simula a operação comercial das rotas ferroviárias uma única direção.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]