Caio Vetúsio Gêmino Cicurino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Caio Vetúsio Gêmino Cicurino
Cônsul da República Romana
Consulado 499 a.C.

Caio Vetúsio Gêmino Cicurino (em latim: Gaius Vetusius Geminus Cicurinus), conhecido também como Públio Vetúsio Gêmino Cicurino (em latim: Publius Vetusius Geminus Cicurinus) foi um politico romano do início do período republicano do século V a.C. Foi cônsul em 499 a.C. juntamente com Tito Ebúcio Elva. Era membro da família patrícia dos Vetúrios (em latim: Veturia).

História[editar | editar código-fonte]

Durante seu mandato como cônsul, os romanos cercaram a cidade de Fidenas (em latim: Fidenae) e a tomaram. No mesmo ano, os latinos também anunciaram uma revolta contra os romanos.

De acordo com Lívio (II, 19),[1], seu prenome é Caio, mas, segundo Dionísio de Halicarnasso, foi chamado de Públio (em latim: Publius)[2]. Na verdade, aparentemente Publius era o nome correto, pois Públio Vetúrio foi um dos primeiros questores e é provável que ele tenha sido a mesma pessoa que foi cônsul em 499 a.C.[3].

Seu cognome, "Gêmino" (em latim: Geminus), chama a atenção ao seu (presumido) irmão gêmeo, Tito Vetúrio Gêmino Cicurino, que foi cônsul em 494 a.C.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
'Sérvio Sulpício Camerino Cornuto

com Mânio Túlio Longo

Tito Ebúcio Elva
499 a.C.

com Caio Vetúsio Gêmino Cicurino

Sucedido por:
'Quinto Clélio Sículo

com Tito Lárcio Flavo (ou Rufo) II


Referências

  1. Lívio, Historia romana, II, 19
  2. Dionísio de Halicarnasso, Historia Antigua de Roma, V
  3. Plutarco, Publícola, 12.