Cajueiro-japonês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

ulcis | reino = Plantae | divisão = Magnoliophyta | clado2 = eudicotiledóneas | clado3 = rosídeas | ordem = Rosales | família = Rhamnaceae | género = Hovenia | espécie = H. dulcis | binomial = Hovenia dulcis | binomial_autoridade = Thunberg }} Hovenia dulcis[1] é o nome científico de uma árvore caducifólia da família das ramnáceas que chega a atingir cerca de 25 metros de altura, nativa da China, Coreia e Japão. Também designada como banana-do-japão, bananinha-do-japão, caju-do-japão, caju-japonês, chico-magro, gomari, mata-fome, passa-do-japão, passa-japonesa, pau-doce, pé-de-galinha, tripa-de-galinha, uva-da-china, uva-do-japão, macaquinho, amora-do-mato, uva-japonesa , uva-de-macaco e uva-paraguaia. Caracteriza-se pela sua copa globosa e de grandes dimensões. A casca é lisa ou levemente fissurada, de cor pardacenta ou cinza-escura. A folha é simples, de disposição alternada, com pecíolo curto e ovadas. A margem superior é glabra mas é levemente pubescente na margem inferior. As suas flores são esbranquiçadas, hermafroditas, de pequenas dimensões e muito numerosas. O fruto consta de cápsulas globosas com pedúnculo carnudo, doce e vermelho quando gelado. Cada cápsula contém de 2 a 4 sementes avermelhadas quando recentemente colhidas e castanhas com o passar do tempo. É utilizado como planta medicinal para tratamento da bebida excessiva de álcool. A sua madeira é apreciada. É utilizada na produção de geleia, como árvore ornamental, como quebra-vento e na consorciação com abelhas para a produção de mel.

Sinonímia botânica[editar | editar código-fonte]

A planta tem, ainda, sido designada botanicamente como:

  • Hovenia inaequalis, DC.
  • Hovenia dulcis var. latifolia, Nakai ex Kimura
  • Hovenia dulcis var. glabra, Makino

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Rosales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.