Calomanda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Calomanda é um bairro da cidade do Huambo, Província do Huambo, em Angola.

O termo "Calomanda" vem de "olomanda", um tipo de árvore que se encontrava em abundância na época colonial, antes da fundação e edificação do bairro [carece de fontes?].

Tem uma vila que chama-se Rua Nova. A Calomanda faz fronteira a norte com o Bairro de S. Pedro, a este com a Cidade Alta, e sul com a Comarca e a Granja Pôr-do-Sol, a oeste tem o bairro de Calobrinco

É um bairro que foi acerrimamente assolado com a Guerra dos 55 Dias (1993), porque serviu de campo de batalha para as forças em litígio.

Calomanda tem mais de dois mil habitantes e tem como centro a Rua Nova, com vivendas e ruas. Foi uma das últimas localidades, a Rua Nova, a ser construída pelo colóno português, antes da Independência de Angola, nos anos 70. Com mais de 100 residências familiares, a Rua Nova, coração de Calomanda, foi totalmente reabilitada depois do Conflito Armado, a Guerra dos 55 dias e hoje tem ruas asfaltadas, agua potável a jorrar nas torneiras e energia electrica, vinda da Barrgem do Gove. Logo a sudeste de Rua Nova encontra-se a Igreja Católica, a Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, construída nos anos 60, mas heregida como Paróquia em 1989. Hoje o bairro cresceu, devido o aumento do numero da população e foi reerguida, nas imediações do Mercado Informal, uma Nova Igreja Evangélica da IECA.


Ícone de esboço Este artigo sobre geografia de Angola, integrado no Projecto Angola, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

outra vila que se chama Casseque