Carcinologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Carcinologia (do grego Karkinos = caranguejo + logia = estudo) é o ramo da Zoologia, por isso também da Biologia, que estuda os crustáceos[1] (grupo que engloba, entre outros, as cracas, os anfípodes, os isópodes, os camarões, os lagostins, as lagostas e os caranguejos), nas suas diferentes abordagens (taxonomia, etologia, fisiologia, genética, aquacultura, etc.). Os cientistas que estudam os crustáceos são conhecidos pelo nome de carcinologistas. O cultivo de espécies de crustáceos é designada por carcinicultura.

Há várias publicações periódicas (revistas/jornais), livros especializados e associações científicas dedicadas a esta ciência.

Associações científicas:[editar | editar código-fonte]

- The Crustacean Society

- SBC - Sociedade Brasileira de Carcinologia

- Alcarcinus - Associación Latinoamericana de Carcinología

Revistas especializadas:[editar | editar código-fonte]

- Crustaceana

- Journal of Crustacean Biology

- Nauplius - The Journal of the Brazilian Crustacean Society

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Silva, J.R. (Coord.), 1998. Dicionário Enciclopédico. Tomo I (A-D). Temas e Debates (Ed.). 569 pp. ISBN 972-759-100-0